Blog da Ploomes
Integração ERP CRM

Integração entre CRM e ERP: por que devo ter sistemas interconectados?

Antecipadamente, para compreender a grande importância da integração entre o CRM e o ERP, é necessário conhecer a função que cada um exerce e seus objetivos e resultados, explicando como eles individualmente já transferem resultados para o negócio.

É importante ressaltar também a importância da equipe de TI durante a implantação de ambos. Ao configurar o sistema de forma satisfatória, os colaboradores podem focar em melhorar seu desempenho ao invés de tentar entender o sistema.

Visto isso, vamos entender como cada plataforma contribui separadamente para o sucesso da empresa:

O que é um ERP?

O Enterprise Resource Planning (ERP), em português, “Planejamento de Recursos Empresariais”, é uma ferramenta que faz a integração de todos os sistemas de todas as áreas da empresa em um único agrupamento.

Com a utilização de um ERP é possível produzir um departamento que integre todas as informações da empresa. O sistema funciona como a alma de uma empresa, nele se concentram todas as operações do negócio, além de permitir a troca de informações entre as áreas de maneira que não haja interrupções.

Sendo assim, quando é realizado uma venda, esse único registro será utilizado pelo financeiro, estoque e as demais áreas da empresa.

Principais Vantagens

Como o ERP faz a integração de todas as áreas, isso facilita o controle da informação no processo de produção como um todo. Colaborando para o gerenciamento, por conta da fluidez como as informações passam entre os setores da empresa.

Há também um ganho de redução de custos de mão de obra e materiais ao aumentar a velocidade da produção, evitar gasto de tempo com correções e auxiliar nos fluxos de mão de obra e financeiro.

O que é um CRM?

O Customer Relationship Management (CRM), em português, “Gestão de Relacionamento com o Cliente”, é uma ferramenta para rápida coleta de dados de clientes. Ao disponibilizar todas as informações dos consumidores, ele se torna a peça fundamental do negócio, seja ele qual for e independente do canal de comunicação.

O CRM é utilizado para traçar e descobrir, com antecedência, as necessidades dos atuais clientes e até mesmo de futuros clientes, construindo uma relação a longo prazo.

Essa ferramenta se torna extremamente importante para a área estratégica da empresa, uma vez que auxilia no entendimento do seu cliente e possibilita entender o seu nicho de mercado. Posteriormente, a plataforma também permite antecipar as necessidades e vontades do seu público consumidor, podendo atendê-lo com melhor eficiência.

Principais Vantagens

Com o CRM, a área comercial torna-se mais direcionada ao cliente e seus valores, fazendo com que se venda mais e as metas sejam atingidas.

O sistema permite que a equipe de vendas se torne mais capacitada para fazer abordagens realmente compatíveis com o nicho de negócio e necessidades especificas de cada cliente por meio de diversas funções que permitem o aumento da performance da equipe de vendas. Como, por exemplo, lembretes por envios automáticos de e-mail.

Se feita da forma correta, a implantação de um CRM gera economia para o negócio por meio de um controle das informações mais assertivo para a área comercial.

As automações realizadas pelo sistema também geram grande ganho de tempo quando as informações ficam organizadas de maneira simples e são estruturadas de acordo com um processo comercial que atenda seus clientes. Dessa forma, o vendedor ganha com a praticidade e o gestor com a visibilidade.

Passo a passo da integração do CRM com o ERP

As integrações entre sistemas são produzidas a partir de uma ou mais ferramentas desenvolvidas por equipes de desenvolvedores. Elas serão baseadas em uma determinada linguagem de programação que permita a interação entre um ou mais sistemas, trocando informações que serão adaptadas para cada base de dados.

Em outras palavras, a integração entre os sistemas de CRM e ERP é uma forma dos sistemas “conversarem” entre si, compartilhando os mesmos dados sem necessidade de replicá-los manualmente.

Para que isso ocorra, na maioria dos casos necessita-se de um sistema intermediário, também chamado de Middleware. Essa ferramenta, por sua vez, vai receber WebHooks, mensagens geradas automaticamente pelos sistemas quando houver alguma ação de inserção de dados, alteração ou remoção dos mesmos.

Integração ERP CRM troca de dados
A integração permite que os sistemas “conversem” entre si, trocando dados

Ao receber as informações de cada sistema, acontece a conversão da estrutura de dados que serão enviados, para que eles sejam adequados para a estrutura de destino.

Depois, eles serão lançados por um WebHook ou por uma API aberta para fazer a inserção, atualização ou remoção de alguma informação, deixando os dados iguais em ambos os sistemas. Sendo assim, quando há alguma alteração em um sistema, no outro ocorre a mesma atualização, deixando ambos iguais.

As informações são normalmente passadas em um padrão de documento, os mais comuns são o XML e o JSON. Ambos são utilizados para o transporte de informações em um padrão definido por cada um, o XML usando tags e o JSON utilizando de uma indexação de chave/valor.

As integrações de sistemas existem para gerar facilidade para a instituição, uma vez que é comum o uso de diversos sistemas para várias finalidades dentro de uma empresa e esses sistemas compartilharem das mesmas informações realmente é um ganho significativo.

Resultados de uma integração bem-sucedida entre o CRM e o ERP

Visto isso, as principais ferramentas no mercado para gestão de empresas são sem dúvidas o CRM e o ERP, que cuidam da relação com o cliente e dos recursos da empresa, respectivamente. É por meio da união dessas duas ferramentas que é possível alcançar grandes resultados.

Com a integração há um ganho de eficiência nas vendas através do cadastro de produtos e clientes, que ficam sincronizados e o vendedor tem a possibilidade de gerar a proposta comercial diretamente pelo CRM. Além disso, ela integra esses pedidos ao ERP com suas regras de negócio já parametrizadas.

Dessa forma, toda a operação de venda se torna mais rápida e dinâmica. Visto que as informações ficam sincronizadas, sem a necessidade de ficar registrando os mesmos dados em dois sistemas.

Com vendas mais rápidas e o cruzamento de informações, torna-se possível tomar decisões estratégicas de maneira mais veloz e com maior precisão durante as fases de relatórios.

A integração entre o ERP e o CRM auxilia também a equipe de marketing na medida em que as informações são cadastradas, gerando um grande controle sobre as informações. Isso permite que haja a construção de campanhas mais eficazes e que tragam mais leads (potenciais clientes) ou convertam os clientes em definitivo.

Ela também facilita o dia a dia dos seus utilizadores, pois automatiza processos de envio de e-mail, lembretes entre outros, de acordo com as necessidades do negócio. É por meio da integração que há a redução de custos com a eliminação de recadastramentos de informações e fluidez nos processos.

Além disso, a segurança nas informações é melhor garantida, pois nenhum dado corre o risco de ser perdido no meio dos processos. Uma vez que ambos os sistemas compartilharam das mesmas informações.

Qual o papel do TI na integração do CRM ao ERP?

O investimento da área de TI para a integração traz retornos lucrativos para a empresa. Graças a possibilidade de tornar os processos de produção mais fluídos, velozes e de maior gestão da empresa em seu todo, é possível, então, tomar decisões mais assertivas para o negócio e impulsioná-lo.

Ryan Brocco

Ryan Brocco

Estudante de ciência da computação na PUC-SP, e estagiário de desenvolvimento back-end na Ploomes. Sempre fui apaixonado por tecnologias e como elas podem mudar as nossas vidas.

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial