Blog da Ploomes
Integraçao CRM e ERP

Integração CRM e ERP: quais são os requisitos técnicos?

Aqui na Ploomes sempre reforçamos a necessidade de integrar os sistemas corporativos de uma empresa. A integração entre CRM e ERP é o que permite aos líderes ter o maior número de ferramentas sem perder a visão comercial do seu negócio.

Contudo, por ser um projeto profundamente técnico, é necessário que o departamento de tecnologia seja uma peça importante par o sucesso da integração.

Separamos neste artigo os principais requisitos que o setor comercial precisa alinhar com a equipe de TI para contratar uma solução de CRM que integre ao sistema da empresa. Confira:

Construindo pontes entre os sistemas

Quase toda integração entre CRM e ERP vai possuir uma estrutura parecida com a da imagem abaixo:

Infográfico da integração CRM e ERP

Como você pode notar, além do CRM e do ERP, existem outras estruturas que permitem a integração. Isso porque não basta passar informações de uma plataforma para outra, é necessário converter os dados para que eles sejam registrados de forma eficiente e segura.

Visto que são dois sistemas diferentes, seus arquivos também são gerados de forma diferente. Então o que esse conjunto de ferramentas intermediárias faz é permitir a comunicação entre eles. Conheça abaixo cada uma delas.

Middleware: a ponte da integração CRM e ERP

O coração da integração CRM e ERP é o Middleware, o software que será responsável pela conversão, formatação e transmissão dos dados entre as duas plataformas.

Normalmente quem fornece o Middleware é um programador terceirizado (da própria fornecedora do CRM ou de empresa parceira), que aloca o software em um servidor remoto ou no mesmo servidor do ERP.

Seu papel principal no processo de integração é o de desenvolver uma solução personalizada que permita a comunicação entre as plataformas. Isso porque todo sistema corporativo é configurado de forma diferente.

Mesmo que duas empresas do mesmo segmento de atuação contratem a mesma solução, surgirão detalhes específicos que precisam ser levados em conta pela fornecedora do Middleware no momento da integração.

PDC: as portas de comunicação entre o CRM e o ERP

O Middleware é a ponte da integração entre o CRM e o ERP, mas não basta apenas ele para estabelecer o acesso à ambos os sistemas. É necessário que o programa também se comunique com as Portas de Comunicação (PDC) de cada plataforma.

Elas são as interfaces que permitem a passagem de dados, seja para importá-los ou exportá-los. Se o Middleware é a ponte entre os sistemas, o PDC seria a alfândega, controlando o que pode e o que não pode passar.

É devido a essa segurança que cada integração exige um projeto personalizado. A fornecedora precisa fazer uma análise rigorosa e detalhista dos requisitos de cada PDC para que os dados da corporação sejam preservados.

Além das peculiaridades de cada sistema, existem diversos tipos de PDC que podem ser encontrados. Portanto, a equipe técnica precisa ser capaz de avaliar se a estrutura presente na solução escolhida vai favorecer a integração.

Veja abaixo quais são os principais tipos de PDC encontradas no mercado:

  • Webhook: melhor formato atualmente, pois permite integrações em tempo real e exige um Middleware mais simples. É mais comum em sistemas mais recentes;
  • API Rest Pública: segunda melhor opção, consultando o sistema periodicamente para verificar atualizações. Muitas fornecedoras de CRM já fornecem documentações prontas de suas APIs, reduzindo a carga de trabalho;
  • Webservice público: são tão boas quanto as APIs, mas exigem documentação mais específica, porque não seguem padrões de mercado. Embora isso exija mais trabalho, ainda é uma solução de rápido desenvolvimento;
  • Excel ou .txt público: neste formato o Middleware acessa uma pasta hospedada num servidor online via FTP. Essa pasta vai conter os arquivos .txt ou .xlsx que contém as informações da integração. É a PDC menos indicada, porque exige um Middleware mais robusto e costuma apresentar muitas instabilidades.

Defina a equipe certa para a integração

Tendo conhecimento dos recursos necessários para a integração, chega o momento de definir uma equipe que participará do processo de desenvolvimento.

Para a integração CRM e ERP, é possível que a própria fornecedora do CRM já tenha uma equipe interna ou um parceiro que faça a integração. Da mesma maneira, sua empresa deve fornecer uma equipe técnica que auxilie no processo.

É por meio dessa parceria que é possível realizar um projeto no menor tempo possível e com o máximo de excelência.

Caso queira saber mais sobre esse processo, você pode baixar gratuitamente nosso Guia Completo para Integração entre ERP e CRM.

A Ploomes foi responsável mais de 70 integrações nos últimos 3 anos e nosso histórico é sempre de oferecer o maior nível de atenção em todas as fases da implementação do CRM.

Nossa experiência com o mercado nos permitiu criar um processo robusto, previsível e ágil que você pode conferir no guia que eu citei acima. Se quiser saber mais sobre a nossa plataforma, peça uma demonstração ou crie uma conta-teste gratuita.

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial