Blog da Ploomes
Manutenção preventiva

Manutenção Preventiva na Indústria: o que é, como e quando fazer

Falamos antes sobre a manutenção preditiva, importante para definir condições futuras de procedimentos preventivos ou corretivos. Agora vamos nos aprofundar sobre a manutenção preventiva.

Tendo conhecimento do desgaste presente em máquinas e seus periféricos, é importante realizar alguns procedimentos preventivos.

Normalmente o fornecedor oferece instruções sobre o que fazer e quando fazer, o que vai ser complementado pela manutenção preditiva para garantir a melhor segurança das suas instalações.

Veja aqui neste texto o que é, exatamente, a manutenção preventiva e qual a sua importância para o bom desempenho da linha de produção.

O que é a manutenção preventiva?

Primeiramente, é importante definir brevemente os três tipos de manutenção:

  • Manutenção Preditiva: inspeção e análise de dados dos equipamentos para definir quando realizar processos de manutenção;
  • Manutenção Preventiva: procedimentos realizados para evitar maior desgaste das máquinas e demais componentes;
  • Manutenção Corretiva: a mais custosa e realizada em regime de urgência para minimizar os impactos de falhas na linha de produção.

Portanto, quando falamos de manutenção preventiva estamos falando de um conjunto de ações que precisa estar de acordo com outros procedimentos internos da indústria.

Isso porque a prevenção não é pontual, como a corretiva, mas sim sistematizada para ser realizada periodicamente.

Diferente de alguns procedimentos da manutenção preditiva, a manutenção preventiva também exige que todas as máquinas envolvidas na linha estejam paradas. Afinal, não é possível realizar qualquer intervenção direta nos equipamentos com caldeiras e válvulas em funcionamento.

Contudo, se planejada com antecedência, é possível minimizar totalmente os impactos de uma parada.

Qual a importância da manutenção preventiva?

O chão de fábrica ideal é aquele que nunca para, mas sabemos que há muitas limitações para o bom andamento da produção em larga escala, principalmente em indústrias pesadas

Dessa forma, ignorar a importância de uma frequente manutenção pode levar a uma série de riscos que podem afetar não apenas a parte estrutural, como o orçamento para futuros investimentos.

Por isso listamos aqui algumas das vantagens envolvidas na manutenção preventiva.

Redução de riscos e falhas

A primeiro das vantagens e a mais evidente é a prevenção de uma maior taxa de falhas do maquinário e seus periféricos.

Manter os procedimentos de manutenção preventiva em dia é importantíssimo para evitar que o desgaste da máquina não surja de maneira inesperada e afete toda a produção. Isso também minimizaria o impacto dessas falhas quando surgisse algum problema não previsto.

funcionário fazendo manutenção preventiva
É necessário cuidado na inspeção de possíveis falhas

Nem todas as falhas são visíveis. Se o medidor de temperatura de uma caldeira não está registrando muito bem a temperatura, mas tudo está funcionando conforme o esperado, não há muito com que se preocupar. Mas combine isso com uma falha no sistema de resfriamento e você tem os ingredientes perfeitos para um acidente industrial.

A manutenção preditiva também pode te ajudar nesse aspecto. Em indústrias, todo cuidado é pouco e quanto maior o nível de periculosidade dos materiais envolvidos, maior é o rigor necessário para manter o máximo de segurança para seus colaboradores e equipamentos.

Alongamento da vida útil das máquinas

Devido à complexidade das máquinas envolvidas, as falhas podem ocorrer em apenas uma peça do sistema elétrico, de forma que não comprometa a funcionalidade total do maquinário.

Entretanto, isso significa que outros componentes podem estar operando com maior esforço para compensar outras peças defeituosas. Sem uma manutenção preventiva para detectar ou retificar essas falhas, as partes que estão garantindo a performance da máquina podem se desgastar mais rápido e exigir que você troque todo o equipamento mais rápido.

Garantindo que todos os componentes estão em conformidade é a melhor forma de fazer com que a máquina opere com folga e continue assim por muito mais tempo.

Maior tempo de pesquisa de mercado para novas aquisições

Planejamento é palavra chave da manutenção preventiva. Com as frequentes inspeções na máquina, é possível detectar um desgaste inicial em peças que ainda podem operar.

A partir dessa identificação prévia, é possível procurar no mercado quais são os melhores preços e fornecedoras. Depois, após uma pesquisa satisfatória, a peça é trocada quando o desgaste realmente for comprometer o funcionamento da máquina.

Se fosse o caso de uma manutenção corretiva, por exemplo, seria necessário ir atrás da fornecedora mais próxima, sem muita possibilidade de pesar os valores e a qualidade envolvida.

Melhor capacidade de atender à demanda

A manutenção preventiva te oferece melhores condições para que você tenha controle sobre a qualidade da sua produção.

Não adianta possuir um setor comercial extremamente capacitado e com resultados cada vez melhores se seu chão de fábrica continua tendo que lidar com imprevistos.

Fazendo intervenções periódicas e programadas com uma análise rígida de todos os componentes de cada máquina, você evita que atrasos afetem a relação com o seu cliente.

Com um mercado cada vez mais rígido, é importante manter um nível de indicação cada vez melhor. Dessa forma, atrasos e produtos defeituosos são a última coisa que poderiam ocorrer para uma indústria se manter dominante no mercado.

Quais são os custos envolvidos na manutenção preventiva?

É natural que a manutenção preventiva exija um número considerável de profissionais qualificados e ferramentas que lhes deem condições de analisar os aspectos de cada componente.

Isso, evidentemente, vai exigir um investimento que, à primeira vista, pode parecer muito pesado. Sensores ligados à rede, manômetros, EPIs, paradas periódicas…

E, por mais que fazer esses procedimentos ajudem na vida útil de seus equipamentos, ainda não elimina o fato inevitável que um dia sua máquina irá quebrar de vez e precisará ser reposta de qualquer maneira.

Contudo, como expusemos acima, existe uma série de vantagens importantes para quem opta por fazer a manutenção preventiva.

Alguns segmentos, principalmente envolvendo materiais nocivos ou inflamáveis, podem ser muito afetados se não houver nenhuma forma de rotina de prevenção de riscos.

Manutenção Preventiva: Prevenir para Não Ter que Remediar

A manutenção preventiva é, portanto, a melhor forma de garantir o controle de sua produção. Havendo melhor planejamento do que precisa ser feito, você ganha maior controle sobre seu chão de fábrica e pode esperar maior previsibilidade do seu chão de fábrica.

Além disso, sabendo qual é a condição das suas máquinas, é possível atender melhor à demanda e fidelizar os seus atuais clientes com entregas pontuais e produtos de qualidade.

Máquinas podem ser consertadas ou substituídas, mas as marcas são extremamente afetadas pelos erros cometidos com os clientes. Garanta sempre a melhor performance para possibilitar o melhor atendimento.

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial