Blog da Ploomes
Tipos de manutenção industrial

Tipos de Manutenção Industrial: quando usar?

Sua produção nunca pode parar ou, pelo menos, deve parar apenas da forma menos custosa possível. Por isso, aplicar os diferentes tipos de manutenção industrial é imprescindível.

Toda máquina desgasta com tempo, seja devido a fatores naturais, a mal-uso dos colaboradores, a erros de fabricação ou pelo simples tempo de uso. Deixar que as falhas simplesmente apareçam é um risco para sua indústria e seus operadores.

Ao realizar procedimentos rotineiros de inspeção, análise e lubrificação, é possível reduzir a necessidade de reparos mais custosos e aumentar a vida útil das suas máquinas.

Além disso, seus colaboradores ficam menos propensos a acidentes, uma vez que falhas mais sérias são prevenidas e há melhor conhecimento sobre o estado de cada componente do chão de fábrica.

Agora que já te falamos das vantagens da manutenção industrial, quer saber quais são exatamente os seus tipos? Então continue conosco nas próximas linhas.

Manutenção Planejada ou Não Planejada?

É importante antes definir que os tipos de manutenção industrial podem ser separados em duas categorias gerais:

  • Manutenção Planejada
  • Manutenção Não Planejada

Se você quer que sua indústria tenha uma produção previsível e nunca pare sem necessidade, os procedimentos enquadrados na primeira categoria são essenciais.

Tipos de manutenção industrial ferramentas
Quanto melhor sua manutenção, menor a chance de imprevistos

É evidente que, quanto menos imprevistos houver em seu chão de fábrica, melhor será para a gestão exercer controle e seus colaboradores desempenharem bem.

A segunda categoria, então, vai servir para lidar com problemas que não puderam ser prevenidos de nenhuma forma.

Falhas operacionais inesperadas podem surgir mesmo com uma boa gestão da manutenção e é bom que sua equipe também esteja preparada para esse tipo de situação.

Sendo assim, vamos dar uma conferida mais aprofundada nos tipos de manutenção industrial.

Tipos de Manutenção Industrial Planejada

Como nem todas as falhas são evidentes num primeiro momento, os processos de manutenção planejada costumam ocupar mais espaço entre os tipos de manutenção industrial, sendo 5 ao todo:

  • Manutenção Preventiva (PM)
    • Manutenção Baseada no Tempo (TBM)
    • Manutenção Baseada nas Condições (CBM)
  • Manutenção de Parada (BM)
  • Manutenção Corretiva (CM)

Manutenção Preventiva (Preventive Maintenance)

Este tipo de manutenção busca manter a performance de todos os equipamentos por meio de intervenções periódicas. Para isso, ela se subdivide em dois tipos que definiremos melhor abaixo: a Manutenção Baseada no Tempo e a Manutenção Baseada nas Condições.

Manutenção Baseada no Tempo (Time-based Maintenance)

Dissemos anteriormente que as máquinas podem desgastar apenas pelo uso durante o tempo. Portanto, este tipo de manutenção vai cuidar justamente de procedimentos periódicos que buscam reduzir o desgaste da máquina pelo seu desempenho ao longo do tempo.

Os intervalos para a realização dos procedimentos podem ser determinados pelos engenheiros da própria indústria ou por instruções do fabricante. Contudo, é importante lembrar que as condições do seu chão de fábrica (incluídas no próximo tipo de manutenção) podem alterar os prazos.

Aqui podemos incluir processos como inspeção visual, lubrificação, aperto de parafusos, limpeza e substituição de peças. Como são tarefas simples, elas podem ser realizadas pelos próprios operadores, que reservariam tempo para manutenção frequente.

Manutenção Baseada nas Condições (Condition-based Maitenance)

Aqui já é necessário que sua equipe de manutenção aja de forma mais ativa. Isso porque a Manutenção Baseada nas Condições vai agir quando forem detectados problemas no desempenho da máquina.

Dessa forma, a manutenção preditiva é essencial para a realização deste tipo de manutenção industrial. Pois é por meio dela que sua equipe identificará as inconsistências dos seus equipamentos.

Entre os procedimentos utilizados para detectar as falhas potenciais estão:

  • ensaios não destrutivos, como emissão acústica para encontrar vazamentos ou a radiografia, utilizada para encontrar fissuras;
  • análise dos dados recolhidos pela própria máquina durante seu desempenho.

Devido ao nível de complexidade dessas tarefas, pode ser preferível uma equipe terceirizada para cuidar desses procedimentos. Outra sugestão é a implementação de sistemas ERP ou PCP (Planejamento e Controle de Produção) que sejam capazes de fazer relatórios de desempenho da operação.

Manutenção de Parada (Breakdown Maintenance)

Se o desempenho de uma máquina está parcialmente comprometido ou se há alguma falha potencial muito séria, é necessária uma parada para reparos.

Assim, sua equipe de manutenção pode inspecionar cada peça e restaurá-las de forma a tentar recuperar suas condições. Dependendo das condições da máquina, pode até ser possível restaurar totalmente seu desempenho inicial, como se fosse de compra recente.

Por ser planejada com antecedência, é possível agendar o melhor período para sua realização. Dessa forma, sua receita não é afetada por uma produção parada.

Outra vantagem é o aumento da vida útil de seus equipamentos. Ao restaurar o maquinário da melhor forma possível, não é necessária tanta urgência para novas aquisições. Da mesma maneira, permite que sua substituição seja feita no tempo certo e com o melhor custo-benefício.

Manutenção Corretiva (Corrective Maintenance)

A execução de reparos de componentes específicos é de responsabilidade deste tipo de manutenção industrial.

Diferentemente da Manutenção de Parada, ela não envolve a inspeção completa da máquina, a não ser que sejam encontrados defeitos mais graves.

Para que seja gerada uma Ordem de Serviço de Manutenção Corretiva, é necessário que seus operadores informem a equipe de PCM (Planejamento e Controle da Manutenção) para que eles possam enviar um técnico.

Por não ser emergencial, este tipo permite que a escolha de materiais para a execução do reparo seja feita da melhor forma possível e no tempo necessário. Contudo, nem sempre o planejamento será uma alternativa, como veremos a seguir.

Tipos de Manutenção Industrial Não Planejada

Sua indústria pode executar todos os tipos de manutenção industrial citados e ainda assim podem surgir problemas. Isso porque existem muitas variáveis durante a manutenção e nem sempre é possível prevê-las.

Entretanto, é evidente que uma boa gestão da manutenção vai fazer com que procedimentos emergenciais sejam algo pontual e gerem pouquíssimo impacto na produção.

Devido ao seu caráter de exceção, a manutenção industrial não planejada pode ser definida por um único tipo:

Manutenção de Quebra

Como o próprio nome diz, essa manutenção espera que o equipamento realmente quebre para só então fazer reparos.

Por ser o mais custoso dos tipos de manutenção industrial, é natural que ele seja evitado ao máximo, principalmente se houver potencial para danos ao meio ambiente, aos colaboradores ou às outras máquinas.

Contudo, se a quebra não gerar nenhum impacto significativo e houver maior prioridade para outras tarefas, este tipo pode ser utilizado.

Evidentemente que no caso de falhas operacionais mais graves, será necessário recorrer a procedimentos emergenciais que saibam responder de forma rápida e eficaz ao problema. De outra forma, sua produção é totalmente paralisada e sua indústria pode ser alvo de indenizações ou multas.

A manutenção industrial requer planejamento

Como vimos acima, existem diferentes formas de garantir o bom funcionamento e segurança da sua linha de produção. Ter conhecimento do seu chão de fábrica é essencial, mesmo a manutenção de quebra deve ser escolha consciente do seu planejamento de manutenção.

Ao combinar os diferentes tipos de manutenção industrial, seu negócio fica protegido de problemas inesperados e a imagem da sua indústria se mantém íntegra, atraindo melhores oportunidade e clientes.

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial