Marketing de Guerrilha: o que é, tipos, exemplos e estratégias

O Marketing de Guerrilha é uma estratégia que busca causar impacto no público por meio de ações inovadoras e criativas. Saiba como!
Tayrane
14/12/2023 | 8 min

O que estratégias para divulgação de produtos e táticas de guerra pouco convencionais têm em comum? A resposta é: graças ao Marketing de Guerrilha, tudo.

Esse tipo de marketing foi desenvolvido na década de 1980 e se inspirou na forma de luta adotada pelo exército norte-americano durante a Guerra do Vietnã.

Há quem pense que o Marketing de Guerrilha é muito apelativo, e outros que ele é fundamental. Mas como saber se essa estratégia é adequada para o seu negócio?

Pensando nisso, a Ploomes criou este conteúdo para explicar tudo o que você precisa saber sobre o Marketing de Guerrilha, seu tipo de atuação, exemplos reais e os demais segredos por trás dessa alternativa.

Boa leitura!

O que é Marketing de Guerrilha?

O Marketing de Guerrilha é uma estratégia de marketing que foge do tradicional. O seu foco está em gerar atenção e engajamento do público-alvo de forma criativa e surpreendente. Com isso, o objetivo é criar impacto e causar uma impressão duradoura, mesmo que com um orçamento limitado na maioria das vezes.

Esse tipo de marketing pode ser usado por empresas de todos os tamanhos, desde grandes corporações até pequenos negócios. Ele é especialmente eficaz para marcas que desejam se destacar da concorrência e criar uma conexão emocional forte com seus clientes.

Qual a origem do marketing de guerrilha?

O Marketing de Guerrilha foi criado nos Estados Unidos na década de 1980 por Jay Conrad Levinson, autor do livro “Guerrilla Marketing: Secrets for Making Big Profits from Your Small Business”.

Levinson acreditava que as pequenas empresas precisavam de estratégias de marketing inovadoras para competir com as grandes corporações.

Essa forma de fazer marketing rapidamente se tornou popular em todo o mundo, sendo adotado por empresas de todos os setores. Hoje, ele é uma das estratégias de marketing mais eficazes e inovadoras.

Por que Marketing de Guerrilha? 

Assim como uma guerrilha é um exército menor, criado para batalhar contra outro maior, no mundo dos negócios é comum que grandes empresas tenham orçamento suficiente para engolir os pequenos empreendimentos por meios tradicionais.

Por isso, o Marketing de Guerrilha instiga as empresas menores a também irem à batalha em busca dos clientes. Como o foco está na criatividade e não necessariamente no dinheiro, isso cria um cenário mais igualitário entre organizações de diversos portes.

Quais são os tipos de marketing de guerrilha?

O Marketing de Guerrilha pode ser dividido em vários tipos, cada um com suas próprias características e objetivos. Veja como funcionam os principais:

Marketing de ambiente 

Usa elementos do ambiente para chamar a atenção do público. Exemplos incluem grafites, intervenções urbanas e instalações artísticas em locais com grande circulação de pessoas.

Marketing de emboscada

Usa eventos ou locais de grande circulação de pessoas para surpreender o público. Isso inclui distribuição de amostras grátis, apresentações musicais ou performances artísticas.

Marketing de experiência

Cria experiências únicas e memoráveis para as pessoas. Algumas formas comuns de fazer isso são por meio de jogos interativos, eventos imersivos ou atividades de team building.

Marketing viral

Desenvolve conteúdo compartilhável, ou seja, que se espalha rapidamente pela internet e atinge milhares a milhões de pessoas. Se você já assistiu algum vídeo engraçado, memes ou desafios de uma marca, foi fisgado por essa estratégia.

Astroturfing

O Astroturfing cria a impressão de que o conteúdo é gerado pelo público, quando na verdade é criado pela empresa. Exemplos incluem comentários positivos em redes sociais ou artigos de opinião publicados em grandes ou populares veículos de imprensa.

Marketing de rua

Usa as ruas como palco para as ações de marketing. Geralmente inclui performances artísticas, distribuição de folhetos ou ações de protesto.

Exemplos de Marketing de Guerrilha

Por mais que a essência do Marketing de Guerrilha tenha sido oferecer ao pequeno uma chance de lutar com o grande, essa estratégia foi e ainda é adotada por empresas de todos os tamanhos e segmentos.

Aqui estão alguns exemplos de campanhas de marketing de guerrilha bem-sucedidas:

Nike 

Em 2012, a Nike lançou uma campanha de Marketing de Guerrilha em Londres para promover seus tênis Air Max. A ação consistia em um grupo de dançarinos que se apresentavam em locais públicos, usando tênis da Nike. O vídeo da campanha viralizou nas redes sociais, alcançando milhões de pessoas.

Starbucks 

Em 2014, a Starbucks lançou uma ação em Nova York para promover seu café Frappuccino. A campanha consistia em uma máquina de Frappuccino gigante que ficava instalada em uma praça pública. Ela era gratuita para qualquer pessoa que quisesse experimentar o Frappuccino.

Volkswagen

Em 2018, a Volkswagen lançou uma campanha na Alemanha para promover seu carro elétrico ID.3. Ela consistia em uma série de outdoors que mostravam o ID.3 sendo usado em situações cotidianas.

Os outdoors eram projetados para mostrar que o ID.3 é um carro prático e acessível, desmistificando a ideia de que veículos assim eram pouco convencionais.

O Marketing de Guerrilha é adequado para a sua marca?

O Marketing de Guerrilha é uma estratégia eficaz para empresas que desejam:

  • Gerar atenção e engajamento de um grande público;
  • Criar uma conexão emocional com as pessoas;
  • Ficar na memória.

No entanto, esse tipo de marketing não é adequado para todas as marcas. Ele é uma estratégia que requer criatividade, originalidade e um bom planejamento. 

Se a sua marca não tiver essas características, apostar no Marketing de Guerrilha pode ser o mesmo que dar um tiro no próprio pé.

Dicas para aplicar o marketing de guerrilha

Agora que você já sabe mais sobre o funcionamento e a história do Marketing de Guerrilha, chegou o momento de aprender a aplicá-lo na prática.

Confira as dicas para fazer isso:

Conheça seus clientes

Antes de iniciar qualquer campanha desse gênero, é importante conhecer de forma profunda o seu público-alvo. Faça perguntas como: O que eles gostam? O que os motiva? Quais são suas preocupações? A resposta a essas dúvidas ajudará você a criar uma campanha que seja realmente relevante e eficaz.

Seja fiel às suas origens

O Marketing de Guerrilha é mais eficaz quando é autêntico e fiel à marca. Não tente ser algo que você não é. Seja criativo, mas não se desvie da sua identidade, caso contrário, pode causar a sensação no público de estar sendo apelativo demais ao invés de inovador.

Seja original 

O Marketing de Guerrilha é mais eficaz quando é original e inesperado. Se você fizer algo que já foi feito antes, é provável que não chame a atenção do público.

Tenha cuidado com as emoções que provoca

Esse tipo de marketing pode ser usado para provocar uma variedade de emoções, desde o humor até o choque. No entanto, é importante ter cuidado com o que você provoca. 

Se cultivar emoções negativas, sua estratégia pode ter o efeito oposto do desejado, e prejudicar muito mais do que ajudar.

Analise os resultados e ajuste a rota

É importante analisar os resultados de suas campanhas com frequência, especialmente se resolver adotar esse método mais vezes. Para fazer isso, é hora de perguntar novamente:

  • O que funcionou? 
  • O que não funcionou? 
  • Quais são as áreas que podem ser melhoradas? 

Analisando os resultados, você poderá aprender com seus erros e melhorar suas campanhas futuras.

Desafios do marketing de guerrilha

Como você viu, o Marketing de Guerrilha pode ser uma estratégia eficaz, mas também apresenta alguns grandes desafios, como:

  • O risco de fracasso: usar uma estratégia de guerrilha costuma ser algo arriscado. Se sua campanha não for bem-sucedida, além de perder dinheiro, tem chances de prejudicar a imagem da empresa;
  • A dificuldade de mensuração: pode ser difícil mensurar o sucesso de uma campanha de marketing de guerrilha a curto prazo. É difícil determinar quantas pessoas foram expostas à ela e quais foram os resultados dessa exposição;
  • A necessidade de criatividade: você precisa pensar fora da caixa para criar campanhas que sejam inovadoras e eficazes. Ser só “meio criativo” não basta, é preciso desenvolver algo realmente impactante.

Benefícios do marketing de guerrilha

Os riscos você já conhece, mas e os benefícios do Marketing de Guerrilha? Ele também oferece uma série de vantagens que são o sonho de todo modelo de negócio, incluindo:

  • Impacto: a campanha pode gerar um impacto significativo no público. As ações de Marketing de Guerrilha são frequentemente memoráveis e podem causar uma impressão que pode durar de meses até muitos anos ou para a vida toda;
  • Engajamento: as campanhas de Marketing de Guerrilha são frequentemente interativas e convidam o público a participar. Com a internet e as redes sociais, viralizar um campanha aumenta significativamente o sucesso dela;
  • Preço acessível: essa costuma ser uma estratégia de marketing acessível. As campanhas podem ser realizadas com um orçamento limitado, sem ter que gastar milhões de reais para promover um anúncio na televisão ou em outros meios, por exemplo.

Um bom Marketing de Guerrilha começa com um planejamento bem estruturado

Como você viu, o Marketing de Guerrilha é uma estratégia eficaz que pode ser usada por empresas de todos os tamanhos. No entanto, antes de colocar uma ação em prática é preciso ter muito planejamento, especialmente no B2B.

Uma forma de fazer isso é estruturar o planejamento de Marketing Digital do negócio, entendendo como atrair grandes oportunidades de negócio usando canais digitais de forma eficiente e previsível.

A Ploomes, por isso, preparou um e-book com tudo o que você precisa saber para fazer um planejamento B2B da maneira correta, desenvolvendo sua visão estratégica, organização e forma de captação de clientes.

Baixe agora mesmo o conteúdo gratuito e aprenda:

banner e-book planejamento marketing digital b2b

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.

Isso vai fechar em 0 segundos