O que é a Metodologia SCRUM e como aplicá-la na sua empresa

A metodologia SCRUM simplifica os projetos mais complexos e garante agilidade e precisão no encaminhamento de produtos. Veja como!
Tayrane
13/09/2022 | 7 min
scrum

Eficiência e qualidade na entrega de cada projeto é o que toda empresa procura para se destacar no mercado e ganhar da concorrência a disputa pelos clientes. 

Com a metodologia SCRUM isso é possível, pois ela serve para simplificar os projetos mais complexos e garantir agilidade e precisão no encaminhamento de produtos.

O SCRUM, também chamado de SCRUM Agile, baseia-se em três pontos que podem ser considerados como os principais: otimizar a satisfação e a produtividade da sua equipe, aprimorar a capacidade de resposta e melhorar a qualidade dos produtos e suas entregas

Aplicar essa metodologia no ambiente do trabalho traz inúmeros resultados positivos para o empreendedor, se feita da maneira correta.

A seguir, explicamos mais sobre a metodologia SCRUM, como aplicar na sua empresa e todos os benefícios dela para o seu negócio.

Boa leitura!

O que é a metodologia SCRUM?

A metodologia SCRUM é definida por utilizar a máxima agilidade para a finalização de um projeto. Criado pelos desenvolvedores Ken Shwaber e Jeff Sutherland, o método funciona como um framework – conjunto de ações e estratégias para solucionar problemas de maneira eficaz – e normalmente é utilizado em demandas com um nível de complexidade maior.

Se fosse preciso definir a metodologia SCRUM em uma palavra-chave, ela seria otimização. Isso porque o modelo busca otimizar a utilização de todos os recursos da empresa, sejam eles humanos ou tecnológicos, para trabalhar na resolução dos problemas. Ela é comum de ser utilizada por desenvolvedores de softwares e outros tipos de sistemas computadorizados.

O SCRUM funciona a partir de pequenos ciclos de atividades em um projeto. Além disso, por conta da mobilização geral dos recursos da organização, a metodologia amplifica o trabalho em equipe. É montada uma força-tarefa contra o problema, para que ele seja solucionado não apenas de forma rápida, mas também de maneira efetiva.

O que é um SCRUM Master?

Aplicar o SCRUM na sua empresa segue a mesma lógica de qualquer outro processo que está sendo implementado: é preciso, em primeiro lugar, ter uma liderança, alguém que vai ficar à frente do projeto. É para isso que serve o SCRUM Master, ele será o mestre da metodologia, o líder da equipe

A responsabilidade do SCRUM Master é ser a referência da equipe para o esclarecimento de dúvidas, alinhamento das etapas do processo, divisão das equipes de trabalho e dos ciclos que cada uma deve realizar, entre outras questões. Para ser um Master é, portanto, indispensável ter um amplo conhecimento na aplicação dessa metodologia. 

São características do SCRUM Master:

  • Excelente organização;
  • Ótima habilidade de comunicação e argumentação;
  • Proatividade, liderança e competência para gestão de pessoas;
  • Capacidade de planejamento impecável;
  • Automotivação e autogestão de tempo;
  • Estar sempre atento às novas tecnologias e tendências do mercado.

Quanto mais destas características o SCRUM Master do seu projeto tiver, melhor para a empresa.

Saiba mais aqui sobre como aplicamos a metodologia ágil na Ploomes.

Como aplicar a metodologia SCRUM no seu negócio?

A ideia de unir agilidade e precisão nas entregas é algo extremamente atrativo para empresas, por isso, cada vez mais os empreendedores estão buscando implementar a metodologia SCRUM nas suas rotinas de trabalho, independente do grau de dificuldade dos projetos que precisam ter suas entregas finalizadas em um curto período de tempo.

Dito isto, é fato que muitos gestores, por mais que apreciam e técnica na teoria, sentem-se completamente perdidos quando o assunto é aplicar o SCRUM na prática e garantir que ele funcione da maneira correta

Para ajudar com isso, é indispensável seguir sete passos iniciais, listados e explicados a seguir.

1. Definir o Product Owner

No SCRUM, o Product Owner (PO) – dono do produto, em tradução literal – é um dos pilares para a execução da metodologia. Ele funciona como um agente do próprio cliente, que busca, por meio de critérios e avaliações rigorosas no quesito de qualidade e agilidade, extrair o melhor resultado possível do projeto.

O Product Owner atua também como um intermediário entre o cliente e a equipe que está executando a tarefa, focando incessantemente na busca por uma entrega de valor. O PO está sempre próximo aos stakeholders (internos ou externos, sejam eles os contratantes ou a diretoria da própria empresa, por exemplo).

2. Selecione um SCRUM Master e a equipe

De acordo com a metodologia SCRUM – e já debatido anteriormente – o passo seguinte para aplicar o método é a definição do SCRUM Master e da equipe de trabalho. Não há uma regra que estipule a quantidade de Masters em um projeto, mas é recomendável centralizar todas as obrigações em uma única pessoa, que tenha a competência necessária para liderar.

Já a equipe deve ser o suficiente para executar o projeto da maneira mais rápida e eficiente possível, ou seja, não há um cálculo exato para definir quantos colaboradores devem formar o squad de trabalho. Uma dica é selecionar um grupo não muito grande, mas que compense em quesito de multidisciplinariedade, com autonomia e qualidade para trabalhar.

3. Trabalhe no Backlog do produto

O Backlog Product funciona como um resumo de tudo o que deve ser feito, especialmente as entregas, e em qual prazo isso será realizado. Não é necessária uma precisão perfeita nesta etapa, ela serve mais como um esqueleto do projeto e fica sob responsabilidade do PO, já que ele está em contato tanto com a equipe quanto stakeholders.

4. Defina o Sprint

O Sprint é o intervalo de tempo pré-determinado para a execução de um ciclo de tarefas na metodologia SCRUM. Os Sprints costumam ter a duração entre uma e seis semanas. Ao final do período de um Sprint, é necessário fazer uma entrega que agregue valor para o cliente. Em resumo, pense no Sprint como um conjunto de pequenas metas a serem alcançadas ao longo da execução do projeto. 

5. Defina as metas do Sprint

Como explicado acima, o Sprint é um grupo de pequenas metas. Para que fique melhor de visualizar, imagine que o SCRUM é o bolo inteiro e os Sprints as fatias dele. A definição das metas do Sprint devem levar em consideração as principais urgências do cliente, seguindo o Backlog como base. Cabe ao SCRUM Master dividir as tarefas entre a equipe, levando em consideração as habilidades de cada pessoa. 

6. Comece a execução

Todos os passos anteriores dizem respeito ao planejamento teórico do projeto. Feitos eles, chegou a hora de começar a execução propriamente dita. Neste ponto, é crucial que a equipe esteja totalmente alinhada e em sintonia, para que consiga entregar tudo no menor tempo possível e com a maior qualidade. 

Uma forma eficaz de manter o alinhamento en

tre todas as partes, em um projeto de alta complexidade, é realizar o que chamamos de Daily Meetings, ou seja, reuniões diárias, que podem ser feitas presencialmente ou online. Não há um tempo mínimo ou máximo para esses encontros, o importante é que tudo o que precisa de solução seja resolvido.

7. Revisão do que foi feito

Ao final de cada etapa (Sprint) é importante que, antes da entrega para o cliente, seja feita a revisão e inspeção de tudo o que foi executado até o momento. Isso aumenta as chances de arrumar eventuais erros que tenham passado despercebidos e evitar um constrangimento com o cliente. 

É fundamental que a equipe também reflita sobre o processo, inclusive o SCRUM Master e o PO, para que possam sempre aprimorar a maneira de executar as tarefas.

BÔNUS: Aprenda com os feedbacks

É dever do SCRUM Master e do Product Owner receber os feedbacks do cliente e repassar para a equipe. Este também é um momento de aprendizado importante para que possa existir uma evolução na maneira de executar as tarefas.

Benefícios da metodologia SCRUM 

A adoção da metodologia SCRUM gera uma série de benefícios para a empresa, como:

  • Agilidade nas entregas dos projetos;
  • Maior colaboração e integração entre a equipe;
  • Melhoria contínua no modo de execução das tarefas;
  • Adaptabilidade a cenários imprevisíveis;
  • Estímulo da criatividade para resolução de problemas;
  • Redução de custos com insumos mal utilizados e tempo perdido. 

Veja mais sobre a metodologia SCRM e como aplicá-la no vídeo abaixo:

Amplie sua cartela de metodologias ágeis

A metodologia SCRUM é uma ótima opção para acelerar as entregas e melhorar a qualidade, como você viu ao longo deste artigo. É válido ressaltar, porém, que ela não é a única solução para otimizar sua produção.

Já ouviu falar no ciclo PDCA? Ele é uma metodologia de gestão de projetos que também tem como objetivo a melhoria contínua, assim como o método SCRUM. PDCA quer dizer Plan, Do, Check, Act, ou seja, planejar, fazer, verificar e agir.

No conteúdo exclusivo que a Ploomes preparou especialmente para você, explicamos tudo sobre o ciclo PDCA, inclusive como funciona cada etapa da sua execução e como ela pode ser implementada na sua empresa. 

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.