O que é benchmarking, como fazer e benefícios!

Saber como empresas parceiras ou concorrentes estão atuando, pode ser muito valioso para entender se suas estratégias estão adequadas ao cenário de mercado ou não. E essa análise […]
Tayrane
05/07/2022 | 4 min
benchmarking

Saber como empresas parceiras ou concorrentes estão atuando, pode ser muito valioso para entender se suas estratégias estão adequadas ao cenário de mercado ou não. E essa análise comparativa também é conhecida como benchmarking.

Neste artigo, vamos te explicar melhor o que é benchmarking, os benefícios dele para o seu negócio e como fazê-lo. Confira!

O que é benchmarking?

Traduzindo para o português, benchmarking quer dizer avaliação comparativa. Porém, na origem da palavra (bench + marking), pode significar ponto de referência, uma marcação de local. Mas o que isso significa para o mundo dos negócios?

Na linguagem corporativa, o benchmarking é o processo de pesquisa e análise entre empresas do mesmo setor ou modelo de negócio, para visualizar como suas estratégias de negócio estão coerentes com as praticadas no mercado pelos parceiros ou concorrentes.

Ou seja, é conhecer, analisar e entender onde seus parceiros e concorrentes estão atuando, e como estão atuando, e identificar se seu negócio tem feito o mesmo. Como um ponto de referência.

Esse ponto de referência (benchmarking), servirá para guiar sua equipe no desenvolvimento de iniciativas e projetos que possam melhorar as ações da empresa no mercado.

Quais são os tipos de benchmarking?

Para tirar o máximo proveito dessa estratégia, é preciso entender que existem diversos tipos de benchmarking. Confira quais são:

Competitivo

Mais comum no mercado, neste tipo de benchmarking o objetivo é usar os dados e ações dos concorrentes como referência. 

Genérico

Este tipo de benchmarking deve ser aplicado quando a sua e a outra empresa possuem processos semelhantes, mas não disputam mercado. A comparação é válida para encontrar ideias novas ou pontos de melhoria.

Funcional

Orientado pelas funções, este tipo de benchmarking busca encontrar qual a melhor forma de executar as etapas que podem ser aplicadas naquela função, em qualquer empreendimento. 

Interno

Neste modelo, avalia-se como diferentes setores do empreendimento se comportam. Seja em níveis de organização, produtividade ou outros resultados.

De cooperação

Nesse modelo de benchmarking ocorre a troca entre duas empresas que se destacam em atividades diferentes. 

Exemplo: sua empresa é excelente na produção de eventos, porém, não tão boa no marketing de conteúdo, enquanto a outra empresa é justamente o oposto, você pode combinar a troca de experiências com a parceira para que ambas atinjam o sucesso nas duas áreas.

Quais os benefícios do Benchmarking?

Conhecer e entender a realidade de outras empresas e concorrentes pode trazer inúmeros benefícios para o seu negócio. A utilização do benchmarking como estratégia permite:

  • identificar possíveis falhas na estruturação dos processos do seu negócio;
  • conhecer novas estratégias e ferramentas que podem ser aplicadas a realidade da sua empresa;
  • identificar a realidade e as novas tendências de mercado;
  • ganhar potencial argumentativo para implementação de mudanças.

Como fazer benchmarking?

Antes de começar a executar uma estratégia de realização de benchmarking, é preciso entender que existem alguns princípios que devem ser seguidos. São códigos éticos, que garantem o bom andamento do processo e dos resultados.

Princípios do benchmarking

  • Legalidade: obtenha todos os dados e qualquer informação de maneira legal e transparente;
  • Troca: ofereça o equivalente ao solicitado ao parceiro de benchmarking;
  • Confidencialidade: mantenha em sigilo as informações que lhe foram passadas, exceto em casos onde tenha sido expressada a liberação de divulgação;

Passo a passo para realizar um benchmarking

  1. Selecione concorrentes para monitorar

Escolha alguns dos principais concorrentes do seu negócio para acompanhar como eles atuam. Monitore redes sociais, notícias, informações públicas e qualquer outro tipo de dado que consiga acesso.

  1. Escolha empresas parceiras para conversar

Para o benchmarking de cooperação você deve escolher empresas parceiras para se reunir e trocar ideias de negócio. Busque por parceiros que tenham fit com suas atividades para conseguir tirar melhor proveito dessa estratégia.

  1. Defina os indicadores de análise

Estabeleça quais serão os indicadores analisados na sua estratégia de benchmarking. Tanto os quantitativos, quanto os qualitativos. Defina se quer acompanhar dados como o de conversões em vendas, estrutura da equipe, ferramentas utilizadas etc e registre em documento.

  1. Faça a análise dos dados

Avalie os dados apurados, seja qual for o tipo de benchmarking, e entenda o que eles representam e como eles se aplicam a sua estratégia.

  1. Identifique os pontos altos e baixos

Busque identificar nas experiências onde estão seus pontos fortes e pontos fracos. Uma boa forma de fazer este tipo de avaliação é por meio da análise SWOT. 

  1. Implemente mudanças no seu negócio

Agora que você já tem todos os dados e informações sobre como o mercado age, busque implementar as mudanças que seu negócio precisa para se tornar ainda mais competitivo.

Agora que você já conhece os benefícios do benchmarking e sabe como começar a executá-lo em sua estratégia, comece a colocá-lo em prática para o bem do seu negócio.

Fique de olho nos concorrentes, faça mais parceiros e eleve sua empresa a um novo patamar, muito mais competitivo, de mercado.

conheça o ploomes

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.