ERP para indústria: como funciona, benefícios e como selecionar o sistema certo para sua fábrica

Em um mercado cada vez mais competitivo, as indústrias brasileiras precisam se modernizar para se manterem em operação. Uma das ações mais importantes nesse tópico é implementar um […]
Henrique
24/03/2022 | 5 min
gestão-erp-indústria

Em um mercado cada vez mais competitivo, as indústrias brasileiras precisam se modernizar para se manterem em operação. Uma das ações mais importantes nesse tópico é implementar um sistema ERP para indústria.

Esse tipo de sistema é capaz de controlar todos os processos da fábrica e assim reduz custos, aumenta a produtividade e torna a empresa mais lucrativa.

Portanto, preparamos esse artigo para que entenda os conceitos e assim consiga também modernizar sua fábrica. A ideia é que você seja capaz de compreender:

  • O que é um ERP para indústria;
  • Quais são os principais benefícios desse tipo de sistema;
  • Quais são os módulos importantes para uma fábrica;
  • Como selecionar o sistema ideal para sua empresa.

Então vamos lá:

O que é ERP para indústria

Um ERP para indústria, ou Enterprise Resources Planning, é um sistema de gestão feito para gerenciar diferentes áreas de uma fábrica de maneira integrada, ou seja, onde um setor se comunica com o outro. Desta forma a empresa consegue ter mais confiabilidade das informações, controle da produção e produtividade.

Trata-se de um sistema bem amplo e que conta com diversos módulos, que vão desde compras, vendas, financeiro, produção, até a expedição. A ideia é que praticamente todas as áreas da empresa trabalhem em um sistema único e integrado.

Então o objetivo desse tipo de sistema é organizar e controlar os processos da indústria e também centralizar os dados da empresa em um só sistema. Com isso o gestor da empresa pode entender melhor a realidade da sua empresa e assim tomar decisões melhores.

Quais os principais benefícios de um ERP para indústria?

Um sistema ERP é capaz de trazer diversos benefícios diretos para uma fábrica. Entre os principais deles, estão:

  • Melhorar e organizar processos;
  • aumentar a confiabilidade das informações;
  • fornecer indicadores de desempenho;
  • aumentar a produtividade;
  • reduzir perdas no processo produtivo e no estoque;
  • cumprir prazos acordados com clientes;
  • aumentar a qualidade dos produtos fabricados;
  • aumentar a satisfação da equipe.

Como pode ver, esse tipo de sistema é capaz de transformar a realidade de uma indústria que anteriormente controlava seus processos com planilhas ou sistemas sem integração.

Quais módulos são importantes para uma fábrica?

Atualmente no mercado existe uma infinidade de sistemas ERPs disponíveis, dos mais variados preços e funcionalidades. 

Portanto o gestor de indústria precisa ter uma atenção especial ao escolher o seu sistema ERP pois existem muitas soluções no mercado que não são capazes de atender as demandas de uma fábrica.

Abaixo irei explorar alguns dos principais módulos que normalmente são importantes para indústrias:

  • Controle da Produção
  • Produção em/para terceiros
  • Controle de estoque integrado à produção
  • Bloco K
  • Plano de produção / MRP
  • Controle do chão de fábrica
  • Programação da produção
  • Custos industriais
  • Controle da qualidade
  • Gestão de documentos
  • Databooks
  • Controle da expedição

Estes módulos normalmente são encontrados em sistemas de gestão especialistas para indústrias, como por exemplo o Nomus ERP Industrial, entretanto, é comum que não estejam presentes em soluções mais genéricas.

Como selecionar o sistema ERP certo para sua indústria

Escolher um ERP para indústria não é uma tarefa simples. O gestor precisa se atentar a pontos importantes para fazer a escolha certa de acordo com suas necessidades. 

É importante investigar bem antes de fazer a contratação do sistema, uma vez que trocar de solução pode ser uma tarefa dolorosa para a empresa. Principalmente porque hoje em dia existem muitas soluções simplistas no mercado, que não são capazes de atender a demanda de processos de uma fábrica.

Pensando nisso, irei listar alguns pontos-chave que você deve investigar em uma empresa que oferece sistema ERP. Vamos lá:

Determine os objetivos da sua empresa

O primeiro passo é definir bem quais são os objetivos da sua empresa com a aquisição do sistema. Isso é importante para guiar toda a escolha do sistema ideal para sua realidade.

Alguns dos motivos que normalmente levam indústrias a buscarem um sistema, são:

  • Crescimento da empresa exige uma plataforma mais robusta para controlar os processos (já não é mais possível controlar tudo com planilhas ou folhas de papel);
  • A empresa utiliza um sistema genérico que não consegue atender os processos de forma completa;
  • A empresa precisa de uma solução capaz de atender alguma demanda do governo ou de clientes, como Bloco K, Databook etc.

Avalie as funcionalidades do fornecedor

Com os objetivos principais da empresa definidos, é preciso começar a avaliar os fornecedores disponíveis.

O primeiro passo nessa avaliação é descobrir se a empresa possui os módulos e funcionalidades necessários para atender os processos da sua fábrica.

Portanto, verifique se a empresa possui os módulos listados na seção anterior e se eles de fato são capazes de atender sua demanda. O ideal é que você explique seus processos e verifique com o fornecedor se ele é capaz de atender sua necessidade.

Avalie a tecnologia, usabilidade e atualizações

O próximo passo é garantir que sua empresa contrate uma solução que utilize tecnologia moderna, usabilidade amigável e que seja atualizada constantemente.

A tecnologia moderna é fundamental para assegurar que a sua empresa irá acompanhar as evoluções tecnológicas que estão acontecendo em todo momento. Portanto, certifique-se que o sistema utiliza tecnologia web, é compatível com dispositivos móveis e se pode ser hospedado na nuvem.

Já a usabilidade tem um papel crucial para garantir que a sua equipe consiga utilizar o sistema com facilidade, sem resistência por parte dos colaboradores e um tempo de treinamento reduzido. Em suma, o sistema precisa ser fácil de usar.

Por fim, é igualmente importante que o sistema seja atualizado frequentemente para que assim esteja sempre de acordo com eventuais mudanças na legislação brasileira e também nas metodologias de gestão.

Avalie o treinamento de implantação e o atendimento

O terceiro item é avaliar o atendimento da empresa, afinal, a parceria é como um casamento, sua equipe estará em constante contato com a empresa fornecedora. O ideal é que essa relação seja a mais saudável e produtiva possível.

Sendo assim, busque entender como funciona o treinamento de implantação do sistema, como serão as reuniões, se há vídeos disponíveis para auxiliar os estudos e qual a formação dos profissionais envolvidos.

Já no suporte, verifique se há canais diferentes de atendimento, como chat, ticket, whatsapp, email, telefone etc.Veja também qual o horário de atendimento e qual o tempo médio de espera para ser atendido.

Inscreva-se no Blog da Ploomes e continue recebendo dicas de gestão

Agora que você já sabe o que é um ERP para indústria, quais seus principais benefícios e como escolher o sistema ideal para sua empresa, recomendo que se inscreva na lista de emails da Ploomes para receber dicas de gestão como essa diretamente no seu email.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

    Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

    Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.

      Seus contatos serão utilizados para envio de e-mails, respeitando a sua privacidade, e é possível cancelar o recebimento de novas mensagens a qualquer momento.