Blog da Ploomes
Gestão da produção Industrial

4 Dicas para Melhorar Sua Gestão da Produção Industrial

O cotidiano de qualquer indústria é marcado por imprevistos. Atrasos, falhas, perda de recursos e muitos outros exemplos marcam a necessidade de se estabelecer um método claro e eficiente de gestão da produção industrial.

Por mais que sua equipe seja competente e suas máquinas sejam as melhores do mercado, sem uma boa organização do seu processo produtivo, sua linha continua vulnerável a variáveis externas.

É necessário previsibilidade para garantir que sua indústria não será surpreendida e, assim, garantir o controle sobre a produção.

Essa tarefa, contudo, é mais fácil dita que feita, o que não significa que seja improvável. Por isso, selecionamos aqui 4 dicas para te ajudar na gestão da produção industrial.

1) Tenha total conhecimento dos processos da empresa

Uma indústria é composta de muitos fatores além da linha de produção. Existem funcionários, clientes, setores e procedimentos que tornam a empresa uma coisa só e são independentes à sua própria maneira.

Saber é poder. Portanto, adquirir visibilidade desse panorama vasto e complexo deve ser a primeira preocupação na gestão da produção industrial.

Tomar conhecimento dos problemas é o primeiro passo para resolvê-los. A única forma de identificar possíveis falhas e deficiências é entender profundamente:

  • Quais as demandas de cada área?
  • O que é possível suprir com os resultados atuais?
  • O que poderia ser feito para melhorar seus resultados?

Existem muitas formas de responder essas perguntas, cada qual com as vantagens e defeitos. Da mesma forma, é possível combiná-los para reduzir ao máximo a possibilidade de perder algum detalhe importante.

Uma opção são os softwares de gestão empresarial, como o ERP e o CRM. O primeiro vai integrar seus processos administrativos, garantindo a tão desejada visibilidade, além de tornar mais dinâmica a interação entre diferentes setores.

O segundo, por sua vez, vai centralizar a atividade da sua área comercial em uma única plataforma e permitir maior previsibilidade da demanda de seus potenciais clientes. Isso pode ser usado para entender qual vai ser o nível de exigência da linha de produção a longo prazo, assim como projetar o seu crescimento.

2) Elabore um roteiro de produção

Orientar seus funcionários sobre o fluxo de trabalho é tão importante quanto ter conhecimento sobre sua indústria. Com uma equipe capacitada e bem orientada você evita falhas e a perda de materiais.

O planejamento é peça chave de um bom chão de fábrica. Sem qualquer organização, os erros são mais frequentes e tempo precioso é perdido no meio da confusão dos seus funcionários. Por isso um roteiro de produção é uma ferramenta útil.

dois funcionários lendo o roteiro gestão de produção industrial
Um roteiro de produção fornece instruções para seus funcionários seguirem

Com a padronização dos processos, as etapas são otimizadas, pois é possível definir o tempo que cada tarefa deve demorar para ser realizada e qual é a ordem para cada tarefa.

Dessa forma, a qualidade dos seus produtos e o dinamismo da sua linha de produção são garantidas de forma simples e prática.

É evidente que o roteiro de produção vai depender dos dados colhidos na dica anterior. Sem o conhecimento de cada linha de produção e cada necessidade da indústria, seu planejamento pode ser comprometido.

Esse recurso também permite melhor precisão no cálculo de custos. Com a definição do que será necessário e quanto será necessário, a projeção de compra é facilitada.

Se você implantou um PCP (Planejamento e Controle da Produção), ainda é possível disponibilizar o roteiro de produção via digital. Assim seus funcionários podem se orientar a partir do que você passou e informar o que foi feito.

Com esse histórico é possível repensar seu roteiro a longo prazo, decidindo se é necessário expandir a produção, descontinuar uma linha de produtos ou aumentar contratações.

As mudanças que você fizer no seu roteiro também aparecerão no sistema, garantindo que elas serão transmitidas o mais rápido possível.

3) Tenha controle da matéria-prima

Agora que você já conhece sua indústria e estipulou o que precisa ser feito, chegou a hora de definir o local para extrair os materiais necessários para sua produção.

Criar uma aquisição previsível a partir de fornecedoras confiáveis é importante para a gestão da produção industrial. A escassez pode gerar tempo ocioso, o que prejudica suas entregas e desvaloriza sua força de produção.

Dessa forma, saiba escolher as melhores fornecedoras e, de preferência as mais próximas, evitando que a logística do transporte não possa atrapalhar a entrega do material.

Ter em mãos alguma projeção de vendas também importante. Dependendo do material não é possível manter um estoque por muito tempo e a compra de muitos itens pode apertar seu orçamento.

Nesse contexto, as plataformas de CRM são uma opção interessante. Por meio de um funil de vendas é possível registrar todo o processo de fechamento de uma venda, desde a primeira abordagem até a decisão do cliente.

Com esse histórico, sua área comercial pode oferecer projeções mais robustas de demanda e ajudar seu estoque a definir a quantidade de matéria-prima necessária.

4) Exerça manutenção proativa

A manutenção normalmente é conhecida por agir com a intenção de encontrar falhas potenciais ou operacionais. Isso significa que ela vai agir com o intuito de encontrar defeitos a partir do que está acontecendo na sua indústria.

Uma estratégia diferente que tem surgido nas indústrias é a manutenção proativa. Ela consiste em buscar as principais causas-raiz de falhas em equipamentos em qualquer processo e antecipar falhas antes de qualquer sinal de desgaste.

Como a gestão da produção industrial te oferece maior visibilidade, ela cria melhores condições para buscar essas causas e implantar essa filosofia em sua empresa.

Essa manutenção também vai exigir alguma pesquisa de mercado, porque suas concorrentes provavelmente passam por problemas semelhantes aos seus. Fazer o benchmarking em relação às falhas mais comuns é uma forma de conhecer o que pode acontecer no seu chão de fábrica.

Se há consenso, por exemplo, que boa parte dos problemas com rolamento são relacionados com má lubrificação, a manutenção proativa recomendaria diminuir o tempo necessário entre uma troca e outra. Assim a vida útil do rolamento é aumentada e o seu orçamento ganha maior folga.

O motivo de se planejar tão antecipadamente é evitar ao máximo o custo com manutenções mais custosas, como a corretiva, por exemplo.

Gestão da produção industrial exige visibilidade

É sempre importante planejar suas ações futuras para uma boa gestão da produção industrial. Contudo, não é possível estabelecer nenhum plano sem conhecimento da sua atual condição.

Como vimos, é importante ter conhecimento total da sua indústria. Sem meios para garantir isso, você pode estar caminhando no escuro e nem saber disso.

Portanto, a implantação de softwares é um meio para garantir a visibilidade de todos seus processos e resultados. As facilidades tecnológicas agora fazem parte da chamada Indústria 4.0 e não acompanhar esses avanços pode custar caro a longo prazo.

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial