POC: o que é a Prova de Conceito e qual a sua importância?

Uma POC, ou prova de conceito, se refere a um protótipo que tem como objetivo colocar em prática algo que está somente no campo da teoria.
Tayrane
08/11/2022 | 10 min
poc prova de conceito

POC, Proof of Concept ou simplesmente Prova de Conceito se refere a um modelo que tem como objetivo colocar em prática algo que está somente no campo da teoria

Na área de tecnologia a POC é bastante utilizada, especialmente por profissionais de Tecnologia da Informação (TI), para ter uma evidência documentada de que um software é bem-sucedido no que se propõe a fazer.

Se você trabalha com tecnologia e quer saber como colocar a Prova de Conceito em ação na sua empresa, preparamos este artigo para ajudar a definir essa metodologia, quais são suas utilidades, importância e como se dá sua aplicação no setor. 

Além disso, também ensinamos quais são os passos fundamentais para criar uma POC e aplicá-la para mensuração de resultados.

Boa leitura!

O que é uma POC?

A Prova de Conceito, como explicamos, consiste em um modelo que busca atestar a veracidade e eficácia de algum conceito teórico. 

Na área de tecnologia ela é utilizada por grandes empresas que buscam ter certeza absoluta sobre a funcionalidade de novos softwares e soluções, antes de dar o segmento na produção e, posteriormente, disponibilizá-las ao mercado.

Estima-se que os primeiros rumores sobre o termo tenham sido criados por volta de 1960, já direcionados ao ramo da tecnologia. 

Foi, porém, somente em 1984 que Bruce Carsten, engenheiro e pesquisador no ramo dos eletroeletrônicos, criou o termo e as primeiras metodologias em volta dele. O significado de Prova de Conceito entrou no dicionário Oxford, em 1987.

A definição de Carsten sobre a POC diz o seguinte: “Denominar um circuito construído seguindo métodos similares aos de um protótipo convencional, no qual a intenção é unicamente demonstrar que um determinado circuito ou uma nova técnica de produção é factível”. 

Ou seja, verificar, por meio de um protótipo, se uma solução é, de fato, útil.

Por que eu preciso de uma prova de conceito? 

Imagine a seguinte situação: sua equipe de engenharia tem uma ideia que julga ser extraordinária e que vai culminar em uma nova solução totalmente inovadora para o mercado. 

Um protótipo é desenvolvido e colocado à prova, mas na hora dos testes práticos é visto que o novo produto não é tão empolgante e que não vai resultar em uma margem de lucro aceitável.

Percebe a importância da POC? Sem a Prova de Conceito o resultado da situação hipotética descrita acima poderia ser totalmente desastroso

A sua empresa colocaria no mercado um novo produto cheio de falhas, o que comprometeria a confiança do cliente na sua marca e, consequentemente, resultaria numa perda de lucro.

Sendo assim, a Prova de Conceito é fundamental, especialmente para soluções complexas, pois garante que a empresa identifique os problemas a serem resolvidos antes do andamento na produção em massa do produto. 

Mais do que isso, aplicar uma POC assegura na coleta de informações seguras e confiáveis sobre valer a pena ou não dar andamento na produção. 

Além disso, existem outros benefícios para a criação do sistema de Provas de Conceito na sua empresa.

Quais os benefícios da POC na minha empresa?

Vamos partir da premissa de que todo projeto começa com uma conversa inicial, ou brainstorming, onde a ideia é apresentada a um grupo de pessoas. 

Se aceita pelo grupo, é levada para a diretoria da empresa, que vai determinar ou não o andamento da questão. 

Aprovado o andamento, inicia o processo de desenvolvimento teórico da solução, com estudos que buscam mapear os problemas que o produto resolve no mercado.

Desenvolvido o projeto teórico, é chegado o momento de colocar em prática a solução e, para isso, um protótipo é criado. A partir disso é que os benefícios da aplicação de uma Prova de Conceito ficam evidentes, pois eles garantem:

  • Identificação prévia de eventuais problemas na estruturação da solução;
  • Previne o desperdício indevido de recursos/matérias-primas da empresa para o desenvolvimento de um produto falho;
  • Otimização do tempo de trabalho da equipe, que não vai passar muitas horas fazendo retrabalho;
  • Atesta a eficácia da solução e assegura o andamento no processo de produção para posterior comercialização no mercado;
  • Protege a imagem da sua empresa, já que reduz as chances de vender aos clientes um produto que não vai atingir as expectativas de compra;
  • Impede a replicação em massa de um produto ineficiente.

Diante de todas estas alternativas, vale ressaltar que a pior resolução seria perceber que o projeto é totalmente ineficaz para as tendências do mercado. 

Vale lembrar também que é melhor “perder tempo” com esse processo enquanto ele estiver no âmbito interno do que as falhas serem constatadas somente quando a solução for comercializada. Isso faz com que se perca credibilidade entre os consumidores.

banner ebook como o crm pode auxiliar no controle de matéria-prima

Qual o valor de uma Prova de Conceito para as empresas?

Ao mesmo tempo em que o resultado de uma Prova de Conceito pode não estar de acordo com as expectativas da diretoria e do time de engenharia de uma empresa, a aplicação da metodologia por si só já é um grande diferencial de mercado. A POC gera um valor agregado para quem a pratica.

Isso ocorre porque o fato de executar uma Prova de Conceito demonstra uma preocupação da empresa com a eficácia de suas soluções, e isso pode ser bem aproveitado até mesmo pela equipe de marketing do negócio. 

Se o seu projeto está em busca de patrocínios para ser executado, a POC também ajuda, sabe porquê?

Com os resultados prévios em mãos, fica mais fácil conquistar potenciais investidores para patrocinar o desenvolvimento da solução, e isso vale para todos os setores da economia, não somente o de tecnologia.

Como elaborar uma Prova de Conceito para a minha empresa?

Pois bem, agora que você já sabe como e quando surgiu a Prova de Conceito, quais são seus benefícios e valores agregados para as empresas que investem nessa solução, chegou o momento de ensinar como fazer uma POC da maneira correta. 

Separamos em quatro passos simples as dicas para criar uma Prova de Conceito na sua empresa.

1- Entenda o que precisa ser provado

O primeiro passo para a criação de uma Prova de Conceito é seguir a lógica e fazer a si mesmo e a sua equipe o seguinte questionamento: qual conceito eu quero provar e atestar se é verídico ou não? 

Essa ainda é uma parte teórica, anterior à criação, de fato, do protótipo que vai englobar toda a tese e ser colocado em prática.

A importância deste primeiro passo é total, pois ele serve como base para o planejamento e execução dos restantes

Para ajudar você a organizar a ideia da maneira correta, a Ploomes destaca os principais critérios que precisam ser avaliados para desenvolver o conceito teórico do produto.

  • Defina qual ideia será testada;
  • Determine qual o objetivo da POC: que resultados você espera obter/avaliar?
  • Forme o escopo do projeto;
  • Estipule quais serão os recursos necessários para colocar a Prova de Conceito em prática.

2- Defina a equipe que vai fazer parte do projeto

Pensada e elaborada a parte teórica, o segundo passo é definir quem será a equipe responsável por trabalhar diretamente envolvida no projeto. 

Lembre-se de que Provas de Conceito servem para testar ideias que prometem ser inovadoras para o mercado, então o corpo técnico deve ser o mais capacitado possível para garantir que tudo seja estritamente bem alinhado.

Não tenha pressa para definir quem será o seu time. Além disso, depois de definido quem serão os colaboradores responsáveis pelo projeto, saiba que existem metodologias que servem como linha de apoio para aumentar as chances de sucesso durante a execução do processo. 

Alguns exemplos de metodologias que podem aprimorar o trabalho da equipe são o SCRUM e o Kaizen

3- Quais serão as métricas para o teste?

Imagine que você está desenvolvendo uma Prova de Conceito para um novo sistema de GPS em automóveis, e quer atestar a eficácia da solução. 

O que você precisa avaliar? O sistema dá um parecer correto sobre as condições de trânsito? Ele tem capacidade de operar mesmo sem conexão com a internet? É capaz de indicar o melhor caminho para chegar até o destino programado?

A definição das métricas é a questão essencial para determinar o sucesso da aplicação de uma Prova de Conceito. 

Se você sabe onde quer chegar, então vai saber quais respostas são mais importantes para indicar se está no caminho certo e que a solução inovadora da sua empresa realmente vai fazer sucesso no mercado.

4- Hora do teste

Cumpridos os três passos anteriores, o quarto e último passo é executar o teste do projeto. Lembre-se de ficar sempre de olho nos resultados que você deseja avaliar e não restrinja a Prova de Conceito a um teste único, caso sejam necessários outros testes para verificar com maior precisão a eficácia da solução. 

Erros comuns em uma Prova de Conceito

Para que a sua Prova de Conceito seja assertiva no que se propõe, além de seguir os quatro passos listados acima, é indispensável estar atento aos erros comuns cometidos na criação de uma POC. 

Qualquer um deles pode afetar diretamente os resultados do projeto e comprometer todo o processo.

1- Tenha certeza de qual é o problema

Certifique-se de ter certeza absoluta de qual é o problema do cliente que a sua solução se propõe a resolver. 

Não adianta de nada desenvolver um produto que não soluciona nenhuma necessidade ou que tem versões muito superiores no mercado. Sua empresa vai estar apenas perdendo tempo e dinheiro.

2- Orçamento insuficiente

Calcular quanto será o orçamento necessário para a execução da Prova de Conceito também é essencial. 

Tenha em mente colocar sempre um valor acima do planejado, para tratar de eventuais imprevistos. Caso contrário, se faltar dinheiro para o projeto, corre o risco de ele ser atrasado ou interrompido.

3- Trocas na equipe

Procure começar e encerrar o projeto com a mesma equipe. Muitas trocas podem acabar dificultando a comunicação entre os membros do time e gerar muito mais malefícios do que benefícios para a sua empresa. 

Faça mudanças somente se for extremamente necessário, como caso de afastamento por doença ou desligamento do colaborador.

4- Cumpra com os prazos

Ter um cronograma de tarefas é importante para ajudar no controle das atividades e garantir que as metas sejam alcançadas. 

Cumprir com os prazos é fundamental, especialmente se o protótipo está sendo financiado por terceiros, que aguardam ansiosamente pelos resultados do investimento que fizeram.

Torne-se um expert no “mercadês”

O mundo dos negócios é repleto de nuances e definições próprias, que ajudam a orientar os profissionais no dia a dia, durante a execução de suas tarefas. 

Se você é profissional antigo no ramo dos negócios, deve estar familiarizado com alguns termos, mas se é relativamente novato na profissão, saiba que entender a linguagem do mercado é uma das coisas que distinguem os bons profissionais.

O que é um Core Business? Já ouviu falar de Follow-up? E funil de receita? Se deseja garantir um bom onboarding na implementação de processos e produtos na sua empresa, arrasar no outbound sales e qualificar melhor os seus leads, a Ploomes preparou um conteúdo completo para você se tornar fluente em “mercadês”.

São 50 termos sobre o processo de vendas, plataformas de gestão, tipos de clientes, os cargos de vendas, termos bastante utilizados no processo de pós-vendas, terminologias de marketing e indicadores de performance. 

Acesse agora mesmo esse glossário de vendas que a Ploomes preparou de forma exclusiva para ajudar gestores e demais profissionais do mercado de negócios a falarem a mesma língua durante qualquer tipo de negociação.

Banner ebook guia completo para o sucesso em vendas

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.