Remarketing: o que é e como aumentar as conversões com ele?

Remarketing é a estratégia de exibir anúncios para pessoas que já tiveram contato com a sua empresa, mas não converteram. Entenda!
Tayrane
22/11/2023 | 7 min

O número de conversões no seu site não anda acompanhando de perto a quantidade de visualizações que cada página recebe? Em primeiro lugar, saiba que isso é comum e não significa, necessariamente, que há um problema grave no seu negócio. No entanto, há uma maneira de fazer esses usuários se tornarem leads: o remarketing.

Essa é uma prática que consiste em apresentar novamente um anúncio ou conteúdo para uma pessoa que já viu ele antes, mas não converteu. É uma estratégia eficaz de marketing e que não exige grandes investimentos para dar certo.

Quer saber como o remarketing funciona e de que maneira aumentar as conversões com ele? Continue a leitura e aprenda com este conteúdo exclusivo.

O que é remarketing?

Remarketing é uma estratégia de marketing digital que consiste em exibir anúncios para pessoas que já visitaram seu site ou aplicativo. É uma forma de “fazer marketing novamente” para esses usuários, com o objetivo de aumentar as conversões, ou seja, a quantidade de vendas fechadas.

Como funciona o remarketing?

O remarketing funciona por meio de cookies – aquela autorização que você dá sempre que entra em um site onde nunca clicou antes. Quando um visitante acessa sua página, um cookie é instalado em seu navegador. Esse cookie identifica o visitante e permite que você o rastreie.

Quando criar uma campanha de remarketing, você pode especificar quais páginas do seu site você deseja segmentar. Assim, pode exibir anúncios apenas para pessoas que visitaram essas páginas relacionadas ao seu conteúdo ou produtos.

Remarketing e Retargeting: tem diferença?

Na prática, se você nunca ouviu falar em Remarketing, mas está ciente do que é e para que serve o Retargeting, saiba que são a mesma coisa. A diferença é que alguns profissionais de marketing usam os dois termos de forma diferente.

Alguns usam o termo Remarketing para se referir a todas as formas de remarketing, incluindo e-mail marketing e anúncios em uma rede social. Outros, porém, usam o termo Retargeting para se referir apenas a anúncios em display e em pesquisa, que são mídia paga.

Quais as vantagens do remarketing?

Como já deve ter ficado claro até aqui, o remarketing oferece uma série de vantagens para as empresas conquistarem leads que estão quase entrando na lista de contatos, mas por algum motivo ainda não deram o passo final.

Isso é possível graças a uma série de vantagens que essa estratégia traz para a empresa, como:

Aumenta a lembrança da marca

Os anúncios de remarketing ajudam a manter sua marca na mente dos visitantes, mesmo depois que eles saem do seu site.

Aumenta a taxa de conversão das vendas

Ele pode ajudar a aumentar a taxa de conversão de vendas, pois você está alcançando pessoas que já demonstraram interesse em seus produtos ou serviços.

Aumenta o alcance das campanhas

Essa estratégia permite conversar com pessoas que não estão necessariamente procurando por seus produtos ou serviços, mas se deparam com a sua solução. Isso ajuda a aumentar o alcance geral das campanhas.

Economiza recursos

Com o remarketing, você pode economizar recursos, pois está direcionando seus anúncios para pessoas que já estão interessadas no que tem a oferecer.

Fideliza o público

Quando sua marca aparece com frequência para os clientes da sua base, isso ajuda a fidelizá-los, mostrando que você ainda está pensando em soluções que sejam importantes para resolver os problemas deles.

Quais são os tipos de remarketing?

Existem várias formas de fazer remarketing, mas listamos as principais para que você entenda por quais caminhos pode seguir para conquistar os visitantes que ainda não converteram. Confira!

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma das principais ferramentas de remarketing, já que pode enviar para os contatos tanto conteúdos novos, quanto promoções e anúncios. É uma forma de estar sempre presente no dia a dia dessa pessoa.

Rede de Display

A Rede de Display do Google é uma plataforma onde você pode cadastrar anúncios para aparecerem em sites de terceiros. Por exemplo, você está lendo uma notícia e aparece uma publicidade sobre aquele eletrodoméstico que pesquisou faz uns dias. Isso ocorre graças ao remarketing por meio dessa ferramenta.

Rede de Pesquisa

Ao contrário da Rede de Display, que mostra os anúncios diretamente nos sites, a Rede de Pesquisa mostra direto na página de resultados do Google. Se você vende software CRM, por exemplo, e o usuário pesquisa por esse assunto no buscador, entre os resultados vai aparecer, tachado como “anúncio”, um link para o seu site ou a página que desejar.

Facebook/Meta Ads

O Meta Ads é o antigo Facebook Ads, o gerenciador de anúncios do Facebook, que também é responsável por administrar anúncios no Instagram. Essa é uma ótima opção para quem quer fazer remarketing direto nas redes sociais.

Como criar campanhas de remarketing?

Para criar campanhas de remarketing, você precisa de uma ferramenta capaz de fazer isso, para facilitar o seu trabalho. Existem várias opções disponíveis, incluindo as que citamos acima.

No entanto, mais do que escolher a ferramenta certa, é preciso estar atento a outros passos que são igualmente importantes. Por isso, separamos algumas dicas que vão ajudar a criar campanhas de remarketing eficazes:

Defina o público

O primeiro passo é definir o público que você deseja alcançar. Você pode segmentar pessoas com base em várias possibilidades, como quantidade e tipo de páginas visitadas, produtos ou serviços visualizados ou eventos específicos no site, como promoções.

Crie campanhas para cada segmento

É importante criar campanhas específicas para cada segmento de público. Isso ajudará você a direcionar os anúncios de forma mais relevante e eficaz. Algo que pode ajudar é desenvolver personas para o seu negócio, que são como personagens representando o perfil ideal de cliente que você procura.

Crie listas negativas 

Você pode criar listas negativas para excluir pessoas que não deseja alcançar com seus anúncios. Por exemplo, pode excluir pessoas que já compraram seus produtos ou que descadastraram o e-mail da sua base de contatos – o que mostra que realmente não estão interessadas no momento.

Crie landing pages

Suas landing pages devem ser otimizadas para conversões, afinal, esse é o principal objetivo delas. Isso significa que devem ser claras, concisas e fáceis de navegar. Além disso, precisam ir direto ao ponto e também mostrar o formulário e um botão call-to-action, chamando para a ação.

Use gatilhos mentais e CTA

Use gatilhos mentais de urgência, novidade, escassez, prova social, segurança, compromisso e confiança, além do CTA, para incentivar as pessoas a converter. Por exemplo, você pode usar expressões como “última chance” ou um CTA como “compre agora”. 

Lembre-se que nem todos os gatilhos precisam ser utilizados no mesmo conteúdo. A chave é encontrar um equilíbrio entre ambos, para que não fique um anúncio muito apelativo – o que pode afastar o cliente.

Explore diferentes formatos

Experimente diferentes formatos de anúncios para ver o que funciona melhor para o seu público. Você pode usar eles em formato de texto, de imagem, anúncios de vídeo ou anúncios dinâmicos.

Divulgue-os em mais de um canal, para entender em qual ambiente eles performam melhor e atraem mais a atenção.

Meça os resultados

É importante medir os resultados de suas campanhas de remarketing para ver o que está funcionando e o que precisa ser melhorado. Alguns indicadores-chave de desempenho para ficar de olho são a taxa de cliques, taxa de conversões, Custo Por Clique (CPC) e quantidade de visualizações.

Seguindo esses passos, vai ficar muito mais fácil desenvolver uma estratégia de remarketing que seja assertiva conforme o resultado que você espera obter. Afinal, quanto mais vendas forem fechadas, maior será o lucro do empreendimento – algo que afeta diretamente a saúde financeira do negócio.

Crie seu planejamento de Marketing Digital B2B

O Marketing Digital tem se tornado cada vez mais essencial para empresas que querem prosperar vendendo online, especialmente no B2B, onde o processo de negociação costuma ser mais demorado.

Pensando em ajudar você a tornar sua vida mais simples, a Ploomes preparou um e-book gratuito e exclusivo sobre Como estruturar um planejamento de Marketing Digital B2B.

Nele, você vai encontrar ótimas dicas de especialistas que vão ensinar a atrair grandes oportunidades de negócios usando os canais digitais de forma mais eficiente e previsível.

Isso vai ser útil tanto para o seu remarketing quanto para melhorar a visão estratégica, otimizar sua organização e, com isso, captar mais leads qualificados para torná-los clientes fiéis.

Baixe agora mesmo e torne-se um especialista em planejar o Marketing Digital B2B!

banner e-book planejamento marketing digital b2b

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.

Isso vai fechar em 0 segundos