Blog da Ploomes
pessoa mexendo no computador, na tela aparecem alguns gráficos

O que é a Cultura Data Driven ?

A cultura data driven também conhecida como a cultura orientada por dados é uma prática que consiste em colocar os dados como o fator determinante para a tomada de decisão. 

Para que uma empresa seja orientada por dados ela precisa que todas as suas ações sejam fundamentadas nas informações obtidas por análises e testes feitos ao longo da sua operação. 

A implantação dessa cultura está diretamente ligada a capacidade de prever os possíveis cenários enfrentados pelo seu negócio, sejam eles negativos ou positivos. O acesso a informações como essa contribui diretamente para decisões mais assertivas e garante o bom andamento de um negócio. 

Esses dados são obtidos com o auxílio das ferramentas de gestão usadas pela empresa, que podem ser ERPs, CRMs ou outras ferramentas próprias para a análise que podem ser integradas às que são utilizadas no dia a dia. 

Essa integração promove o alinhamento de necessidades e contribui para a identificação de gargalos que possam prejudicar a análise de dados e, consequentemente o desempenho da organização. 

A cada dia mais presente no cenário comercial, a cultura data driven traz diversos benefícios como o ganho de maturidade e maior eficiência na gestão.

Mas também é possível destacar o suporte quantificável às decisões, a melhor adaptação às transformações do mercado, a contribuição para a previsão de demanda, além da melhora na performance e resultados. 

Quer saber mais? Então confira abaixo como implantá-lo no seu negócio!

Como a cultura data driven auxilia na contenção de crises?

Quando enfrentamos cenários desafiadores com as crises humanitárias, econômicas e sociais as empresas são diretamente afetadas, já que o setor financeiro é um dos primeiros a sentir os impactos e as consequências disso. E como preparar uma empresa para um momento como esse?

Novamente a resposta está na análise de dados e na capacidade de prever os possíveis cenários encontrados. E é justamente por isso que a cultura data driven é uma ferramenta valiosa para qualquer empresa que deseja evitar e minimizar impactos. 

Com ela, ao invés de simplesmente ser vítima dos acontecimentos, é possível encontrar soluções e novas oportunidades de forma rápida.

Ou seja, dessa forma a sua empresa consegue lidar com os imprevistos e não perde o diferencial competitivo em relação aos seus concorrentes. 

Esse controle também contribui para outros aspectos do seu negócio como a redução de custos e inclusive o aumento das vendas sejam elas B2B ou B2C.

Devido às informações obtidas nas análises, sua empresa estará preparada para burlar os riscos e passar pelos momentos de crise com maior tranquilidade, sempre aproveitando as oportunidades disponíveis. 

Com a cultura data driven é possível perceber a importância da análise de dados e como uma empresa pode evitar e resolver muitos conflitos através da implantação dessa cultura. 

Como garantir a implantação da cultura data driven na sua empresa ?

Entender a importância da análise de dados não é o principal obstáculo nas empresas. Na verdade, quase sempre isso acontece, mas não da maneira como deveria. 

É bastante comum que as organizações se programem para a realização da coleta das mais diversas informações sobre o negócio, desde a porcentagem de novas vendas até a satisfação dos consumidores.

O grande problema está justamente na implantação e na sustentação desse hábito para que de fato se torne uma cultura dentro da organização. O que muitas vezes acaba acontecendo e talvez seja o erro que a sua empresa também pode estar cometendo é que na grande maioria dos casos, os dados são coletados, mas não são considerados.

Vamos entender isso melhor! O que geralmente acontece é que as empresas contam com diversos KPIs ou Indicadores de Performance a seu dispor, muitas métricas são estabelecidas e esquecidas. Isso mesmo, esquecidas.

Se os resultados obtidos nas análises não forem considerados na hora das decisões e definições estratégicas, de nada vale analisá-los. E quando isso acontece a empresa não tem a cultura data driven consolidada. 

Apesar da importância e grande valor para qualquer companhia, existem alguns fatores que exigem cuidado na hora de realizar a implantação dessa cultura, como desalinhamentos e investimentos incoerentes. 

Para garantir que isso não acontecerá com você a sua empresa, existem alguns pontos de atenção que devem ser observados:

Promova a preparação da sua equipe 

O primeiro passo para que qualquer cultura, ideia ou projeto seja implementado em um negócio é fazer com que o time em questão compre essa ideia e entenda sua importância, bem como os benefícios dessa nova atribuição.

Isso nunca deve ser esquecido ou subestimado, toda mudança deve ser alinhada com o seu time e, quando falamos de cultura data driven, isso se torna ainda mais importante.

Quando isso não acontece, o resultado é um desalinhamento que resulta em baixa produtividade e problemas que comprometem as estratégias e consequentemente os resultados e o crescimento do negócio. 

Ou seja, garantir que os funcionários estejam bem informados sobre todos os processos e que eles sejam sempre orientados por dados garante que a equipe consiga colocar esse modelo em prática. 

É importante se certificar que todos saibam como a coleta de dados será feita, assim como as políticas para as tomadas de decisão. Também é fundamental que os colaboradores sejam capacitados para que saibam quais dados realmente são relevantes e possam transformá-los em informações. 

Oferecer treinamento é uma excelente opção não apenas para os colaboradores, mas para toda a empresa. Capacitar o seu time certamente custará menos que contratar profissionais experientes e com certeza trará resultados muito eficientes.

Os treinamentos podem ser aplicados por gestores ou líderes que estejam inseridos no processos da empresa e conheçam os seus principais desafios, necessidades e objetivos. 

Faça investimentos tecnológicos

Para ter uma empresa realmente orientada por dados, se faz necessário o uso de softwares que possibilitem as análises. Afinal, é essa ferramenta que fará a captura de dados e irá transformá-lo em informações que darão base às decisões. 

Powered by Rock Convert

O CRM (Customer Relationship Management),  por exemplo, é um sistema de gestão de relacionamento, que armazena dados da área comercial de uma empresa e ajuda os colaboradores a centralizarem as informações necessárias em um só lugar. 

O uso dessa ferramenta permite a identificação de erros, novas oportunidades e tendências nas vendas. Além do fato de que essa previsão dos próximos passos permite que a empresa esteja preparada para as mudanças que podem ocorrer ao longo de sua jornada.

As plataformas de análise de dados tem a intenção de transformar dados em informações e informações em conhecimento sobre o seu negócio ou mercado. E tem como principal objetivo gerar vantagens competitivas. 

Além do fato de que, se trabalhadas em conjunto, podem potencializar ainda mais os resultados. 

Mas não se esqueça,  tão importante quanto os investimentos citados ou outros tantos disponíveis no mercado, é realizar um mapeamento de todas as necessidades da empresa para então avaliar quais atividades precisam de automação. 

Também é muito importante pesquisar sobre a solução que você escolher investir. Analise se o sistema está atualizado, se é de fácil compreensão e principalmente se o fornecedor oferece o suporte e o atendimento adequado. 

Utilize relatórios gerenciais

O uso de relatórios de dados é importante pois é justamente ali que tudo o que foi capturado pelos softwares fica armazenado. Costuma ser bastante comum que os gestores e colaboradores percam muito tempo analisando informações nem sempre relevantes. 

Uma forma de evitar que isso aconteça é por meio da utilização dos relatórios de dados que fornecem as informações que realmente promovem a instalação da cultura data driven na empresa. São elas: análises de desempenho, informações sobre demanda e controle de venda e os resultados financeiros

Dessa forma, é muito mais fácil avaliar o que precisa ser melhorado e como fazer isso.  

E quais os principais benefícios da cultura data driven?

Depois de analisar os pontos fundamentais para colocar a cultura data driven em prática, é importante falar sobre as vantagens dessa prática na rotina de uma empresa

De forma geral, podemos perceber que a implantação da cultura data driven oferece diversos benefícios para os negócios. Abaixo destacamos os principais: 

  • Com as análises é possível manter o foco nas expectativas  e necessidades dos clientes; 
  • Garante a otimização dos processos e auxilia nas tomadas de decisão;
  • Promove a mudança de mentalidade da equipe dos gestores;
  • Integra a gestão de dados com outros sistemas e aumenta a capacidade de armazenar e acessar as informações necessárias; 
  • Estabelece a estruturação de novas práticas e metodologias. 

Certamente outros inúmeros diferenciais competitivos podem ser atribuídos a cultura data driven em uma empresa, especialmente no que diz respeito ao aperfeiçoamento da gestão, que indiretamente se torna mais estratégica e visionária.

É justamente por esse motivo que as empresas que conquistam sucesso no mercado tem uma cultura orientada por dados.

Entenda a relação entre a cultura data driven e o atendimento aos clientes

A principal relação entre uma cultura orientada por dados o atendimento ao cliente pode ser frequentemente encontrada nas estratégias de atração, conquista e fidelização dos leads. Sabe o que isso significa ?

Não adianta contar com um serviço de altíssima qualidade, encantar o seu cliente com campanhas de marketing e publicidade e não investir em um atendimento ao cliente eficiente e humanizado. 

A grande verdade é que nenhum investimento, seja ele qual for, traz resultados duradouros se o atendimento ao cliente não for encarado como uma prioridade. Além de precisar ser rápido e também personalizado de acordo com o consumidor. 

E é justamente aí que a cultura data driven entra em cena, afinal, ela permite que a união das informações coletadas sustentem os planejamentos e as ações de sucesso do cliente. 

Abaixo listamos 4 conceitos para que você entenda na prática como a cultura data driven traz muitos benefícios para a aplicação das técnicas de atendimento ao cliente, confira! 

Gestão dos dados de clientes

Em primeiro lugar, com a cultura data driven e a coleta de dados é possível contar com a automatização das informações dos clientes de forma mais clara e organizada.

Essa automatização promove um entendimento maior sobre o perfil do consumidor, bem como ao seu comportamento e principais necessidades. Ou seja, garante que você conheça o seu cliente e o atenda da melhor forma possível. 

Com a LGPD, também é crucial que você tenha uma boa visão da gestão dos dados de clientes. Nunca foi tão urgente saber o que é feito com cada informação.

A identificação da sua persona

Um bom atendimento exige a definição de qual é o público-alvo do negócio. Ou seja, para qual persona você quer impactar e vender. De forma geral, a persona é a personificação do público ideal do segmento. 

Essa definição determina o tipo de cliente que deve ser alcançado, mas para que tenha a estratégia tenha sucesso, é preciso mais que uma análise simplista como faixa etária ou sexo.

É importante conhecer os dados pessoais e principalmente os hábitos de consumo daquele potencial consumidor para realizar um atendimento de qualidade. Esse trabalho detalhado só se torna viável graças ao trabalho de extração e análise de dados.

O alinhamento com o marketing

Não é uma grande novidade dizer que ações de comunicação e marketing precisam estar completamente alinhadas ao atendimento ao cliente, não é mesmo? Para que isso aconteça é preciso entender o que sua persona consome e precisa. 

Logo é preciso que o atendimento tenha acesso ao maior número de dados disponíveis e esteja alinhado ao marketing para oferecer aquilo que o consumidor deseja adquirir. 

E a elaboração de estratégias de atendimento para a conversão de leads

A cultura data driven direciona seus esforços para a coleta e análise de dados com o objetivo de levantar informações valiosas que ajudam empresas a converter leads em negócios concretos. 

Com essa solução se torna possível avaliar quem entrou em contato com a sua empresa e em qual estágio de compra ele se encontra, além das outras informações que servirão como um guia para as suas estratégias de marketing e ações de atendimento ao cliente. 

Conclusão 

Depois de tudo o que apresentamos aqui, concluímos que o principal objetivo da cultura data driven é atender as necessidades e os desejos dos clientes. E isso só se torna possível com os processos de coleta e análise de dados. 

Principalmente quando falamos de marketing, vendas e de atendimento ao cliente é preciso entender que dados significam maior poder de ação. Para uma empresa esse conhecimento para tomar decisões acertadas e estratégicas é imprescindível. 

Gostou do conteúdo? Então confira os benefícios de um CRM para vendas B2B e nos acompanhe nas redes sociais para saber mais! 

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial