Guia completo de persuasão: o que é, armas da persuasão e principais técnicas para influenciar pessoas!

Aprenda quais são as armas da persuasão e como aprimorar suas habilidades de convencimento. Confira quais são as principais técnicas!
Tayrane
23/05/2024 | 15 min

É inegável o poder da persuasão nas diferentes áreas dos negócios. No ambiente de vendas, essa técnica é ainda mais importante, uma vez que pode agilizar o processo de negociação e impactar no fechamento de novas vendas.

No entanto, o uso desta tática exige cuidados, e deve se basear em informações relevantes e verdadeiras. 

Por mais que fechar uma venda seja de interesse da equipe comercial, é preciso considerar as necessidades e objetivos dos prospects, garantindo que a sua tomada de decisão seja baseada em um processo transparente.

Assim, entender as nuances dessa importante ferramenta é essencial para utilizá-la da melhor forma possível em todo o processo de vendas.

Se você quer saber mais sobre o assunto e aprimorar suas técnicas de persuasão, continue lendo e aprimore as suas negociações!

O que é persuasão?

A persuasão é uma tática essencial para aumentar as vendas e influenciar decisões de potenciais consumidores.

Essa técnica permite oferecer informações relevantes e motivar as pessoas a tomarem uma ação específica, seja comprando um produto, aderindo a um serviço ou apoiando uma ideia. 

Ela também faz parte do neuromarketing e pode se beneficiar do uso de gatilhos mentais, como o senso de urgência, a escassez e a prova social. Esses gatilhos podem influenciar positivamente o comportamento do consumidor e aumentar as chances de conversão. 

No entanto, se você pensa em implementar técnicas de persuasão na sua empresa, é importante apresentar argumentos sólidos e comprovações, afastando-se de achismos e tons apelativos.

Com isso em mente, essa técnica pode ser empregada para ajudar a superar obstáculos relacionados à competição no mercado, às dúvidas dos clientes em potencial e às preocupações relacionadas ao seu produto ou serviço. 

Lembre-se que abordar essas preocupações de forma proativa pode construir confiança e facilitar a tomada de decisão.

Quando você aplica princípios éticos de persuasão e oferece valor aos clientes, é possível construir relacionamentos sólidos e promover o crescimento sustentável do negócio.

Persuadir x manipular: como entender os limites?

Persuadir e manipular são duas formas de influenciar o comportamento das pessoas, mas possuem diferenças fundamentais que definem seus limites éticos.

A persuasão prevê a utilização de argumentos sólidos e bem fundamentados, com o objetivo de convencer alguém a tomar uma determinada decisão ou realizar uma ação específica. 

Nesse processo, o cliente mantém sua autonomia e a decisão final continua sendo dele. Assim, essa técnica busca respeitar as escolhas e necessidades do outro e promover uma decisão consciente.

Por outro lado, a manipulação se baseia em argumentos falsos, distorcidos ou enganosos, visando coagir ou influenciar alguém de forma desonesta. 

Na manipulação, a decisão é direcionada para atender aos interesses de quem a produz, sem considerar as necessidades ou desejos dos clientes, o que pode acabar levando a escolhas ruins e enfraquecer a confiança na relação.

Dessa forma, é essencial entender essas diferenças para garantir que as ações estejam alinhadas com padrões éticos e que as informações sejam transparentes, respeitando a liberdade de escolha do outro.

Qual é a importância da persuasão?

A persuasão pode e deve ser utilizada em diversas áreas, desde o atendimento ao cliente até as estratégias de vendas, e é essa versatilidade que a torna tão importante.

A ferramenta se mostra essencial para reverter situações complicadas, especialmente quando lidamos com clientes insatisfeitos. 

Ao empregar técnicas persuasivas, é possível resolver conflitos, restaurar a confiança e transformar uma experiência negativa em algo positivo.

Além disso, a persuasão permite destacar a sua empresa da concorrência. Isso porque em um mercado competitivo, é essencial persuadir os clientes sobre os benefícios únicos dos seus produtos ou serviços, destacando o valor oferecido em comparação com outras opções disponíveis.

Ela também é eficaz ao mostrar o valor de uma oferta. Utilizando técnicas persuasivas, você consegue elencar os benefícios e vantagens de uma solução, convencendo os clientes de que a oferta atende às suas necessidades e vale o investimento.

Na venda consultiva, onde o foco está em compreender as necessidades do cliente, a persuasão é essencial para se comunicar de maneira eficaz e compreensível, estabelecendo confiança e superando objeções.

As armas da persuasão: confira 6 princípios de Robert Cialdini

Professor de Psicologia e Marketing conhecido por seus estudos sobre influência e persuasão, Robert Cialdini realizou pesquisas com impactos significativos em diversas áreas, incluindo vendas, marketing, publicidade, política e relações interpessoais.

Seus princípios de persuasão são amplamente estudados e aplicados por profissionais em todo o mundo, ajudando a entender melhor como as pessoas tomam decisões e como influenciá-las de forma ética e eficaz.

Seguindo essa linha, ele identificou seis princípios fundamentais que podem ser usados como “armas” para influenciar o comportamento das pessoas. Aqui estão eles:

1. Reciprocidade

Este princípio se baseia na ideia de que existe uma forte tendência a querer retribuir favores e gestos positivos.

Quando alguém nos faz um favor, nos sentimos obrigados a retribuir de alguma forma. Essa técnica pode ser aplicada em vendas, por exemplo, oferecendo um teste grátis de um produto. 

Dessa forma, o potencial cliente se sentiria contemplado, e, consequentemente, mais inclinado a adquirir a solução.

2. Compromisso e coerência

Existe um desejo intrínseco de ser consistente com as palavras, ações e crenças. Uma vez que tomamos uma decisão ou assumimos um compromisso, tendemos a nos comportar de acordo com isso para manter uma imagem de coerência.

Sendo assim, ele pode ser implementado ao pedir pequenos compromissos aos clientes, como preencher um formulário ou responder a uma pesquisa, aumentando a probabilidade de que, mais tarde, estejam dispostos a assumir compromissos maiores, como fazer uma compra.

3. Prova social

Em situações de incerteza, tendemos ser influenciados pelo comportamento dos outros. Quando estamos indecisos sobre o que fazer, observamos o que os outros estão fazendo para guiar nossas próprias ações. 

Com isso em mente, é possível utilizar a prova social mostrando depoimentos de clientes satisfeitos, avaliações positivas ou números de vendas

4. Afeição

As pessoas são mais propensas a serem influenciadas por aqueles que gostam ou com quem se identificam. 

Dessa forma, construir rapport e estabelecer uma conexão emocional com os clientes pode aumentar a probabilidade de que eles estejam dispostos a ouvir e aceitar nossas sugestões. 

Através de gestos simples é possível colocar esse princípio em prática, como elogios sinceros, demonstrações de interesse genuíno e linguagem corporal positiva.

5. Autoridade

Existe uma tendência natural a respeitar e seguir a orientação de figuras de autoridade ou especialistas em determinados assuntos. 

Assim, sua equipe de vendas pode usufruir dessa tática demonstrando conhecimento, credibilidade e autoridade em sua área. 

Também utilize referências a qualificações, certificações, experiência ou reconhecimento por parte de terceiros, como prêmios ou menções na mídia.

6. Escassez

Valorizar mais o que é percebido como raro, exclusivo ou difícil de obter é algo que se repete em diversos momentos, sobretudo quando falamos da comercialização de uma solução.

Assim, destacar a escassez de um produto, serviço ou oportunidade significa criar um senso de urgência e aumentar o desejo dos clientes de adquiri-lo antes que desapareça. 

Uma boa estratégia é destacar que o produto está em oferta por tempo limitado, que restam poucas unidades disponíveis ou que a promoção é exclusiva para um grupo específico de clientes.

O papel da persuasão em vendas

No universo das vendas, a persuasão se faz presente desde o primeiro contato com um lead até o momento em que a venda é concretizada.

Seja em vendas presenciais, por telefone ou pela internet, entender como influenciar as emoções e as decisões dos clientes é essencial para o sucesso nas negociações.

Dessa forma, é importante incentivar o cliente a realizar uma ação desde o início, seja agendando uma reunião, visitando o site da empresa ou acessando um material rico.

Durante esse processo, a equipe de vendas deve utilizar uma abordagem consultiva, demonstrando autoridade no assunto e mostrando como o produto ou serviço pode resolver os problemas do potencial cliente.

Ao longo do processo, é essencial fazer perguntas abertas para entender os problemas e dificuldades dos prospects, contornando objeções e mostrando que a solução apresentada pode atender às suas necessidades específicas.

Ao entender o que os clientes buscam, os vendedores podem utilizar táticas para criar um senso de urgência para manter o interesse do prospect na compra, sem pressioná-lo, obviamente.

Destacar os principais benefícios do serviço ou produto, mostrando como ele pode agregar valor e resolver os problemas é essencial nesse momento. 

No fechamento da venda, é fundamental reforçar a confiança do cliente na empresa e no produto, deixando a porta aberta para futuros negócios e mostrando disposição para ajudar e fornecer suporte contínuo.

Quais são as principais técnicas de persuasão?

Quando aplicadas de forma ética e eficaz, as técnicas de persuasão podem aumentar significativamente suas chances de sucesso em vendas e ajudar o seu time a construir relacionamentos duradouros com seus clientes. 

Conheça, a seguir, as principais e comece a usá-las agora mesmo na sua rotina de negociações!

 1. Conhecimento do seu público-alvo

Entender profundamente quem são seus clientes é fundamental para uma atuação persuasiva que de fato faça sentido. 

Só assim será possível se valer de informações que façam com que seus leads entendam como a sua solução pode ajudá-los na prática. Dessa forma, procure conhecer suas necessidades, desejos, dores e preferências.

Quanto mais você souber sobre sua persona, mais eficaz será sua capacidade de adaptar sua abordagem de vendas para atender às suas necessidades específicas.

 2. Personalização da sua abordagem

A personalização em vendas é o resultado da sua pesquisa em torno das necessidades e desafios dos potenciais clientes. 

Na prática, envolve utilizar tais informações para adaptar sua comunicação de forma individualizada. 

Com essa percepção, você demonstra ao cliente que está interessado em resolver seus problemas específicos, ao invés de apenas tentar fazer uma venda genérica e que não considerar as suas necessidades.

 3. Autenticidade

Ser autêntico em sua comunicação é fundamental para estabelecer confiança com o cliente. Novamente, isso parte de um entendimento claro de suas dores e de seu perfil. 

Ao passo que você conhece melhor o lead, fica fácil entender como conduzir a conversa da melhor forma possível, sempre de forma genuína e transparente em suas interações. 

Lembre-se que os clientes são mais propensos a se engajar com alguém que demonstra sinceridade e honestidade em detrimento de um vendedor que parece estar apenas seguindo um script.

 4. Uso de múltiplas técnicas

Uma abordagem persuasiva eficaz geralmente engloba o uso de várias técnicas diferentes que podem ser utilizadas em diferentes etapas do processo de vendas.

Alguns exemplos incluem o storytelling, argumentação lógica e emocional, demonstrações de produtos, entre outras estratégias eficientes. Na prática, a combinação dessas técnicas permite que você se adapte a diferentes tipos de clientes e situações de venda.

 5. Uso de depoimentos relevantes

Apresentar casos de sucesso e depoimentos de clientes satisfeitos é uma maneira eficaz de validar a eficácia do seu produto ou serviço. 

Nesse sentido, nada melhor do que lançar mão de histórias de clientes reais, que obtiveram sucesso com a sua solução. 

Com essas provas sociais em mente, os clientes são mais propensos a confiar em uma empresa que possua evidências concretas de sua capacidade de fornecer resultados positivos.

 6. Escuta ativa

A escuta ativa é uma habilidade ainda pouco utilizada em vendas persuasivas. E ela funciona exatamente como na descrição: prestar total atenção ao cliente durante a interação, demonstrando interesse genuíno em entender suas necessidades e preocupações. 

Isso porque a capacidade de ouvir atentamente permite que você responda de forma empática e relevante, construindo uma conexão mais profunda com o cliente.

 7. Empatia verdadeira

Ser capaz de se colocar no lugar do cliente e compreender suas emoções, desafios e objetivos é essencial para construir uma relação de confiança ao longo da negociação.

Ao utilizar essa técnica, fica mais fácil se conectar emocionalmente com o lead, mostrando que você realmente se importa com o que ele está passando e quer ajudá-lo a solucionar um problema.

 8. Flexibilidade

Se a rotina dos vendedores envolve se conectar com diversos tipos e perfis de clientes, nada melhor do que usar a flexibilidade para lidar com cada um deles. 

Assim, é possível se adaptar às necessidades e preferências do prospect, ajustando sua estratégia de vendas com base em seus feedbacks ou explorar diferentes soluções para encontrar a melhor opção para ele.

 9. Demonstrar autoridade

Demonstrando autoridade no assunto, você transmite confiança e credibilidade ao futuro cliente. Compartilhe, portando, o seu conhecimento e experiência, apresentando estudos de caso relevantes ou fornecendo informações detalhadas sobre o produto ou serviço.

 10. Saber contornar objeções

É inevitável que os clientes apresentem objeções durante o processo de vendas. A chave é saber contornar essas objeções de forma ágil e eficiente, utilizando a persuasão para manter o cliente engajado e avançar no processo de vendas.

Dessa maneira, é fundamental fornecer informações adicionais, apresentar garantias ou demonstrar como seu produto supera as preocupações e dúvidas do cliente.

 11. Seja persistente, mas respeitoso

A persistência é importante em vendas, mas é essencial equilibrá-la com respeito pelo cliente. Isso significa seguir acompanhando o lead de forma consistente, mas sem pressioná-lo ou ser invasivo. 

É importante lembrar que muitas vezes os clientes podem não estar prontos para comprar na primeira abordagem, e é necessário um esforço contínuo para nutrir o relacionamento e avançar no processo de vendas.

 12. Agradeça e acompanhe

Após fechar uma venda ou mesmo após uma interação inicial, é importante agradecer ao cliente pelo tempo e consideração dedicados. 

Além disso, fazer acompanhamento pós-venda mostra que você se preocupa com sua satisfação contínua e está disponível para ajudá-lo no futuro.

Como um CRM pode potencializar a persuasão nas vendas?

Um sistema de gestão de relacionamento com os clientes pode ser uma ferramenta eficaz para potencializar a persuasão nas suas vendas, especialmente quando se trata de personalização, organização e automação de processos

Em resumo, a plataforma consegue armazenar informações do cliente, segmentar e personalizar comunicações, automatizar tarefas repetitivas, gerenciar compromissos, e fornecer análises detalhadas para melhorar continuamente o desempenho de vendas

Ao aproveitar esses recursos, os vendedores podem construir relacionamentos mais fortes com os prospects e aumentar suas chances de sucesso em vendas.

Veja, a seguir, como cada uma dessas funcionalidades pode contribuir para melhorar a persuasão nas vendas do seu negócio:

Personalização

Um dos aspectos mais importantes da persuasão é a capacidade de personalizar sua abordagem de vendas para atender às necessidades específicas de cada cliente. 

Dessa forma, o CRM permite que você colete e armazene diferentes informações sobre seus clientes, incluindo histórico de compras, preferências, interações anteriores e detalhes sobre as atividades realizadas por ele.

Imagine que você trabalha em uma empresa de software e está prospectando um cliente em potencial. 

Com um CRM, você pode acessar rapidamente o histórico de interações desse lead, incluindo quais recursos ele demonstrou interesse anteriormente e quais foram suas principais preocupações. 

Com essas informações em mãos, você pode personalizar o seu contato, destacando os recursos que são mais relevantes para as necessidades específicas desse cliente.

Organização e acesso rápido às informações

Como falamos anteriormente, a persuasão em vendas depende, muitas vezes, de uma compreensão profunda do prospect e de suas necessidades. 

É nesse sentido que o CRM atua: permitindo que você mantenha todas as informações relacionadas aos seus clientes organizadas em um só lugar, facilitando o acesso rápido a esses dados sempre que necessário.

Em meio a uma negociação, você pode rapidamente acessar o registro do cliente para revisar suas interações anteriores, suas preferências e quaisquer preocupações que ele possa ter mencionado. 

Automação de processos

A automação de processos é uma característica-chave dos sistemas de CRM, e pode ser especialmente útil para a persuasão nas vendas.

Automatizar tarefas repetitivas, como envio de e-mails de acompanhamento, lembretes de follow-up e atualizações de status, permite que você se concentre mais em interações com os clientes e em tarefas mais estratégicas.

Além disso, é possível configurar fluxos de trabalho automatizados com disparos de e-mails personalizados para cada lead com base em ações específicas, como a data da última interação. 

Aumente sua capacidade de persuasão e feche mais negócios com o Ploomes CRM

Se você busca aprimorar a capacidade de persuasão da equipe e impulsionar seus resultados de vendas, o Ploomes oferece uma série de recursos desenvolvidos para tornar sua abordagem de vendas mais eficaz e eficiente. 

A ferramenta permite organizar todas as atividades comerciais e processos em um só lugar, garantindo uma gestão mais eficiente e integrada.

Além disso, nossa plataforma oferece ferramentas para definir próximos passos e compromissos, permitindo que você mantenha um acompanhamento consistente com seus clientes. 

Com o workflow integrado, você reduz falhas e atrasos na gestão de processos complexos, proporcionando mais agilidade e eficiência à equipe.

Além disso, os dashboards customizáveis fornecem análises detalhadas e acompanhamento de métricas em tempo real, permitindo que você identifique áreas de melhoria e tome decisões embasadas. 

Criar propostas também fica mais fácil com o Ploomes, que permite o cadastro de orçamentos, contratos e outros documentos de forma ágil, economizando tempo e simplificando o processo de vendas. 

Conheça o Ploomes e aprimore o seu processo de vendas agora mesmo!

Banner blog conheça o Ploomes e faça um teste grátis

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.