Ticket médio: o que é, como calcular e dicas para aumentar o seu

Ticket médio se refere ao valor médio gasto pelos consumidores em um determinado período de tempo. Aprenda como aumentar o seu!
Tayrane
02/09/2022 | 8 min
como aumentar o ticket médio

Termo bastante utilizado no comércio, o ticket médio é uma métrica que se refere ao valor médio gasto pelos consumidores em um determinado período de tempo

Esta métrica é importante para as empresas, pois ajuda a medir a performance de vendas e o número de negócios fechados. Calcular o ticket médio dá mais clareza na hora de medir o desempenho da sua equipe comercial.

Se você deseja entender o que é o ticket médio da sua empresa, como calculá-lo e aprender dicas para aumentá-lo e muito mais, continue acompanhando este artigo.

Boa leitura!

O que é ticket médio?

O ticket médio pode ser mensurado de diferentes formas. Em resumo, ele é a métrica ou índice que demonstra qual foi o valor gasto por consumidores em um determinado período de tempo.  

O ticket médio pode servir tanto para uma empresa calcular o valor médio gasto por seus clientes quanto para entidades especializadas calcularem o valor médio gasto por clientes em todo um setor, como o de e-commerce, por exemplo. 

Na prática, quanto maior for o valor do ticket médio dos clientes, melhor para a empresa. Quanto menor, pior. 

Pense no seguinte: os produtos comercializados pelo seu empreendimento possuem uma média de R$50,00 por item. Se o ticket médio do seu negócio for R$50,00, significa que os consumidores têm, em média, comprado um item da sua loja. Se o ticket for de R$150,00 significa que são três itens.

Essa KPI (Key Performance Indicator) – ou indicador-chave de performance – é essencial para fornecer ao gestor da empresa muitas informações valiosas sobre o negócio e a performance das vendas. 

A partir disso, as ações e demais estratégias de contenção de despesas ou aperfeiçoamento da performance dos resultados podem ser feitas de modo mais assertivo. O ticket também pode ser utilizado para medir o índice de satisfação da empresa.

Como calcular o ticket médio?

Para calcular o ticket médio não é preciso ser nenhum expert em matemática, já que a conta é relativamente simples. Vale ressaltar que você pode explorar essa KPI para entender diferentes panoramas dentro da empresa, como a média geral entre todos os produtos, a média de cada setor ou a média de cada item.

O cálculo utiliza dois fatores essenciais:  quanto foi faturado no geral e a quantidade de produtos vendidos e dividir o primeiro pelo segundo. Se possível, busque realizar esse cálculo todos os meses, já que assim cria-se um histórico e você poderá comparar mês a mês se seu lucro está aumentando ou diminuindo e entender o porquê. 

Caso ainda não tenha entendido como calcular o ticket médio, preparamos um exemplo abaixo.

Exemplo: Suponha que o faturamento da empresa no último mês foi de R$300 mil e o número de pedidos tenha sido de 1.000 durante o mesmo período. O cálculo fica: 300.000 / 1.000 = R$300,00 de ticket médio. 

Quem define se o ticket médio está bom ou ruim é a própria empresa, de acordo com as suas realidades e a expectativa de vendas que ela tem para o mês, trimestre, semestre ou anual.

5 dicas para aumentar o ticket médio de uma empresa

O que significaria se o ticket médio da sua empresa pudesse ser, daqui um trimestre, 20% maior do que é hoje? 

É provável que o crescimento resultaria em um aumento no investimento em mão de obra, na fabricação e, claro, no lucro do empreendimento, ou seja, gestão e colaboradores, todo mundo sairia ganhando.

Aumentar o ticket médio, porém, é a grande questão para a maioria dos empreendedores que buscam sair da estagnação e gerar um crescimento financeiro sustentável. Para isso, abaixo, listamos cinco dicas que podem ajudar a aumentar o valor gasto pelos clientes no seu negócio. Acompanhe!

1. Atraia seu público-alvo

Focar em direcionar seus produtos e comunicações para o público-alvo da sua empresa é uma das estratégias de marketing mais eficazes para impulsionar suas vendas e aumentar o ticket médio. É mais comum do que você imagina muitos empreendedores deixarem de realizar negócios por estarem focando as vendas nas pessoas erradas.

Pense o seguinte: é mais fácil você vender para cinco clientes com as características compatíveis com seus produtos e sua marca do que para cinquenta que não possuem qualquer identificação com a mensagem que você está transmitindo ou não se sentem minimamente atraídos pelos produtos ou serviços que sua empresa vende.

Uma estratégia popular para aquisição de novos clientes é o Account-Based Marketing (marketing baseado em contas). Nela, se utilizam campanhas personalizadas e segmentadas para alcançar o público ideal. 

2. Opte pela variedade de produtos

Ter um mix variado de produtos também incentiva o aumento do ticket médio de uma empresa. Essa é uma questão puramente lógica: se você só tem uma solução para o problema do consumidor, você só tem uma chance de vender. Se no seu catálogo existem três possíveis soluções para o cliente, as chances de venda são triplicadas.

Lembre-se também de que, no entanto, apenas ter mais opções de produtos em estoque não faz com que as vendas aumentem se seu time de vendas não estiver preparado para oferecer essa maior variedade ao consumidor. 

Entender os diferenciais sobre um produto e outro é outro fator que ajuda a aumentar a confiança da pessoa em quem está vendendo.

A variedade de produtos ainda pode aumentar seu ticket médio baseado em outro aspecto: as compras por impulso. De acordo com o Sebrae, baseado em uma pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), cerca de 52% dos brasileiros compram produtos de forma impulsiva.

3. Ofereça descontos estratégicos

Quem não ama um desconto na hora de comprar algo, certo? Essa é uma estratégia que não apenas ajuda a aumentar o seu ticket médio, mas funciona como uma maneira de prospectar novos clientes. Isso ocorre porque, ao saber de uma promoção, é natural que as pessoas repassem essa informação adiante, seja para amigos ou familiares. 

Tenha, contudo, muito cuidado se for optar por utilizar a técnica dos descontos estratégicos como forma de atrair público e aumentar as vendas. A empresa jamais deve prometer algo que não terá como cumprir depois. Isso faz com que, entre outras reações, o consumidor sinta-se enganado, e não há nada pior para as vendas e a reputação de uma marca do que ser mal vista entre seus clientes.

Trabalhe com metas S.M.A.R.T

As metas S.M.A.R.T são uma metodologia que utiliza a definição de guias de trabalho que, traduzidas para o Português, devem ser específicas, mensuráveis, alcançáveis, realistas e baseadas em tempo. Essa é uma excelente estratégia B2B, pois serve para auxiliar de forma responsável a busca por bons resultados. 

O modelo S.M.A.R.T desprende o gestor de metas improváveis e até mesmo inalcançáveis em um primeiro momento, ou seja, números astronômicos que dificilmente serão vistos na prática em um curto período de tempo. 

Um dos segredos é usar as metas para planejar um crescimento exponencial, como algo em torno de 5% a 15% ao mês, dependendo da realidade atual da empresa.

Por que isso é importante? Para manter sua equipe motivada com metas que eles saberão ser possíveis de alcançar. Isso estimula a produção e, ainda, contribui para a diminuição de doenças do trabalho motivadas pelo estresse e a sobrecarga emocional. O gestor estará trabalhando de maneira inteligente tanto pela empresa quanto pelos colaboradores.  

Aposte no comércio eletrônico B2B

O período pós-pandemia não trouxe bons frutos apenas para o comércio eletrônico B2C. Com a necessidade de processos cada vez mais dinâmicos para atender a demanda dos consumidores, o B2B também sai ganhando, afinal, qualquer empresa precisa de fornecedores para se manter ativa no mercado.

Além disso, se a sua empresa ainda não está presente no digital, considere fazer isso o quanto antes, pois a competitividade aumenta a cada dia e, em um futuro não tão distante, será ainda mais difícil ter destaque na web

Dados da McKinsey & Company mostram que a presença do B2B no e-commerce brasileiro cresceu 62% no período considerado como pós-pandêmico.

A pesquisa da consultoria PWC, no entanto, ressaltou que no caso das indústrias, por exemplo, apenas 5% das mais de 300 mil no Brasil estão realmente prontas para se estabelecerem no digital . Não há tempo a perder.

Não entendeu o que são vendas B2B?

O comércio Business to Business (B2B) se refere às negociações feitas entre empresas e entender sua complexidade e quais suas diferenças em relação ao modelo Business to Consumer (B2C) é essencial para quem deseja aumentar o ticket médio vendendo para os dois tipos de público. 

Para ensinar tudo o que você precisa saber para ter sucesso nesse processo, o Henrique, da Ploomes, preparou um conteúdo completo e exclusivo sobre o tema, contextualizando o B2B e trazendo várias dicas sobre como entender todas as fases do modelo de vendas B2B, impulsionar as vendas e aumentar o ticket, além de dicas sobre excelentes ferramentas que vão te ajudar.

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.