Plano de ação: o que é e como montar um para o seu negócio?

O plano de ação é um documento utilizado com o intuito de estabelecer as diretrizes e atividades necessárias para alcançar objetivos.
Tayrane
11/07/2023 | 7 min

Um plano de ação é uma ferramenta crucial para o sucesso de qualquer negócio. Ele é responsável por fornecer um roteiro estruturado e que define as etapas a serem seguidas, os recursos necessários, as possibilidades e as responsabilidades para alcançar metas

Elaborar um plano de ação eficiente é essencial para garantir a produtividade e eficácia das atividades e otimizar os resultados. Neste artigo, a Ploomes explica a importância do plano de ação para negócios, como ele pode ajudar a enfrentar desafios e aproveitar oportunidades.

O que é um plano de negócio?

Um plano de ação é um documento estratégico utilizado com o intuito de estabelecer as diretrizes e atividades específicas necessárias para alcançar objetivos e metas organizacionais. 

Pense no plano de ação como um guia detalhado, que traça as ações, recursos, prazos e responsabilidades necessárias para o sucesso de um projeto, iniciativa ou resolução de problemas.

O foco do plano é identificar claramente o que precisa ser feito, o responsável por cada tarefa e quando ela deve ser concluída. Ele descreve as etapas necessárias para atingir os objetivos e define os indicadores-chave de desempenho (KPIs) para medir o progresso e o sucesso.

Qual a importância de um plano de ação?

O plano de ação, como explicamos, é fundamental para o planejamento das metas do negócio. Esse documento orientativo é o que vai nortear o desenvolvimento de cada etapa de um projeto.

Ao elaborar um plano de ação, é importante definir metas claras e realistas, garantindo que elas sejam mensuráveis e alcançáveis. As ações devem ser específicas, detalhando as tarefas necessárias para atingir cada objetivo. 

Além disso, é essencial definir os recursos necessários, como orçamento, equipe, materiais e tecnologia. Um plano de ação também inclui um cronograma, estabelecendo prazos para cada etapa e identificando possíveis dependências entre as atividades. 

Um bom plano deve incluir mecanismos de monitoramento e avaliação. Isso envolve a definição de indicadores-chave para acompanhar o desempenho e realizar ajustes quando necessário. 

A revisão regular do plano é essencial para adaptá-lo às mudanças de contexto, corrigir desvios que vão surgir pelo caminho e garantir que ele permaneça alinhado com os objetivos e metas da empresa.

Ferramentas úteis em um plano de ação

Um plano de ação requer o uso de várias ferramentas úteis para garantir sua eficácia e sucesso. Além disso, elas também contribuem para simplificar todo o processo e economizar tempo na produção do documento.

Duas dessas ferramentas amplamente utilizadas são o 5W2H e o ciclo PDCA. Abaixo, explicamos o que cada uma significa e como funcionam.

5W2H

O método 5W2H é uma técnica que busca responder a sete perguntas essenciais para o desenvolvimento de um plano de ação. São elas:

  • What (o quê): Identificar claramente qual é o objetivo ou problema que precisa ser abordado.
  • Why (Por quê): Compreender as razões por trás do objetivo ou problema, o que justifica a necessidade de uma ação.
  • Who (Quem): Determinar quem serão as pessoas responsáveis por executar as tarefas definidas no plano.
  • When (Quando): Estabelecer prazos específicos para a conclusão de cada etapa ou tarefa.
  • Where (Onde): Identificar os locais onde as ações serão realizadas, caso seja relevante para o plano.
  • How (Como): Descrever detalhadamente as ações que serão tomadas, fornecendo um plano de execução claro.
  • How Much (Quanto): Definir os recursos necessários, como orçamento, equipe e materiais, para implementar o plano de ação.

O método de 5W2H ajuda a garantir que todos os aspectos importantes do projeto sejam considerados e que não haja ambiguidade na implementação do plano. Seu foco principal está em proporcionar clareza e alinhamento a todos os envolvidos quanto às responsabilidades de cada um e os prazos para execução das etapas.

Infográfico plano de ação 5w2h

PDCA

O PDCA é outra ferramenta valiosa para a criação e execução de um plano de ação. A sigla significa: Plan, Do, Check, Act (Planejar, Fazer, Verificar, Agir). Esse ciclo é um método interativo para melhoria contínua e pode ser aplicado no desenvolvimento e acompanhamento de um plano de ação empresarial.

Funciona da seguinte forma:

  • Plan (Planejar): Em primeiro lugar, devem ser definidos os objetivos, metas e as ações a serem realizadas para alcançá-los. O plano é detalhado, incluindo cronogramas, recursos necessários e responsabilidades.
  • Do (Fazer): A segunda etapa é a fase de implementação do plano, em que as ações são executadas conforme o planejado.
  • Check (Verificar): Na sequência, o progresso e os resultados alcançados são monitorados e comparados com os objetivos estabelecidos. Para isso, são realizadas análises e avaliações para identificar se as metas estão sendo atingidas ou se há necessidade de ajustes.
  • Act (Agir): Por último, com base nas informações coletadas na fase de verificação, as medidas corretivas ou preventivas são tomadas para melhorar o plano de ação. Isso envolve realizar ajustes, corrigir desvios e implementar melhorias para otimizar os resultados.
infografico_ciclo_PDCA

O ciclo PDCA permite uma abordagem sistemática e cíclica, que promove a melhoria contínua e a adaptabilidade do plano de ação de acordo com as mudanças no ambiente empresarial.

Além do 5W2H e do ciclo PDCA, existem várias outras ferramentas úteis para um plano de ação empresarial, como a análise SWOT, matriz de priorização, diagrama de Gantt, matriz RACI (Responsável, Aprovador, Consultado e Informado) e muitas outras. 

A escolha das ferramentas adequadas depende das necessidades específicas da empresa, do contexto e dos objetivos. É importante selecionar as ferramentas que melhor se encaixam na situação e que possam auxiliar na elaboração, implementação, monitoramento e avaliação do plano de ação empresarial.

7 passos para criar um plano de ação

Criar um plano de ação eficaz para uma empresa envolve um processo estruturado que abrange diversas etapas. A seguir, explicamos os 7 passos fundamentais para desenvolver esse documento e utilizá-lo na sua empresa.

1- Defina os objetivos

Identifique claramente quais são os objetivos que a empresa pretende alcançar. Os objetivos devem ser específicos, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e com prazos definidos, que são popularmente conhecidos como critérios SMART (Specific; Measurable; Attainable; Relevant; Time Bound, em inglês).

2- Analise o cenário

Faça uma análise minuciosa do ambiente interno e externo da empresa. Avalie os pontos fortes, pontos fracos, oportunidades e ameaças (análise SWOT). Essa análise fornecerá uma compreensão completa da situação atual da empresa e ajudará a identificar os principais desafios a serem superados.

3- Identifique as ações

Com base nos objetivos estabelecidos e nas análises realizadas, determine as ações e tarefas específicas necessárias para alcançar cada objetivo. Divida essas ações em etapas claras e sequenciais.

4- Distribua as responsabilidades

Atribua responsabilidades a indivíduos ou equipes para cada ação ou tarefa. Certifique-se de que haja clareza sobre quem é responsável por executar cada atividade e quem é responsável por supervisionar e acompanhar o progresso.

5- Estabeleça os prazos

Defina prazos realistas para cada etapa do plano de ação. Os prazos devem ser alcançáveis e devem levar em consideração a disponibilidade de recursos e a complexidade das tarefas.

6- Identifique os recursos necessários

Identifique os recursos necessários para a implementação do plano de ação. Isso inclui recursos financeiros, humanos, materiais e tecnológicos. Garanta que haja recursos suficientes disponíveis para executar as ações planejadas.

7- Monitore e avalie

Estabeleça um sistema de monitoramento para acompanhar o progresso do plano de ação. Defina KPIs relevantes para cada objetivo e estabeleça mecanismos de avaliação periódica. Com base nessa avaliação, faça os ajustes necessários para garantir que o plano esteja no caminho certo.

Lembre-se sempre de que o plano de ação não é um documento estático e irrefutável. Trata-se de um processo contínuo, que precisa estar alinhado com as realidades de mercado e da empresa. Não exite em fazer ajustes sempre que for necessário.

Confira mais conteúdos como esse no Blog da Ploomes

O blog da Ploomes é o lugar ideal para quem busca aprender sobre vendas B2B, CRM, marketing B2B, gestão, tecnologia, produtividade e muito mais.

Com uma seleção de conteúdos preparados exclusivamente pensando em gestores, vendedores, profissionais de marketing e outros colaboradores da área B2B, a Ploomes ensina, de forma gratuita, técnicas e soluções úteis para o seu dia a dia.

Acesse agora mesmo e desfrute do conhecimento de quem é líder no seu ramo de atuação.

bannner ploomes teste grátis

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.

Isso vai fechar em 0 segundos