Blog da Ploomes
Automação Industrial

Automação Industrial: Do Chão de Fábrica às Áreas de Negócio

Para as indústrias no geral, quando falamos sobre “automação” normalmente vem à mente robôs e outros tipos de máquinas autônomas.

Contudo, o mercado vem cada vez mais se especializando em outro tipo de automação industrial: a automação de processos internos de gestão por meio de softwares.

O ERP é apenas parte dessas soluções. Como você vai ver aqui, há uma série de funcionalidades para cada segmento da indústria e modos de implantá-las. Continue conosco e conheça mais sobre as vantagens para cada área.

Controle da Produção

A produção industrial já conta com uma série de processos autônomos. Cadeias produtivas compostas por robôs são a realização daquilo que a ficção científica sonhava.

Contudo, essas máquinas não têm capacidade de definir sozinhas o que vai ser produzido, quanto vai ser produzido e para quem vai ser produzido. Quem decide isso são os gestores e colaboradores responsáveis por administrar a cadeia produtiva.

Controle de matéria-prima, otimização de processos, previsão de demanda… Esses são apenas alguns exemplos do que pode ser melhorado com o auxílio da automação industrial.

Integração de processos

Depender do fator humano para a atribuição de tarefas pode funcionar em empresas pequenas, mas quanto maior o empreendimento, mais difícil a comunicação entre setores.

Sua produção depende da comunicação com o estoque, com a área comercial e logística. Assim, eles sabem quais materiais estão disponíveis para produzir, o que precisa ser vendido e para onde enviar esses produtos. Se houver qualquer falha na relação entre esses fatores, é bem provável que isso afete o seu orçamento

Então, para melhorar isso, possuir um sistema de gestão pode ser um bom primeiro passo para otimizar seu chão de fábrica.

O ERP, por exemplo, é uma ferramenta capaz de integrar os processos administrativos de uma indústria e, a partir disso, fornecer dados importantes para que a produção seja compatível com a demanda. Registros de estoque e produção são armazenados nos sistemas de ERP, permitindo uma análise unificada e completa do setor produtivo.

Dessa forma, todos os processos passam a funcionar como um, de forma organizada e responsiva.

Estabelecer indicadores e definir metas

Definir quais são os melhores indicadores é tarefa da sua equipe administrativa. Entretanto, deixá-los apenas com planilhas é o equivalente a manter máquinas de escrever como ferramenta de elaboração de propostas.

Tenha mais visibilidade do seu negócio com automação industrial
Tenha mais visibilidade do seu negócio

A automação industrial tem muito a oferecer nesse contexto. Como ela possibilita a integração dos dados numa base única, dificilmente você perde alguma meta estabelecida.

Assim, a tarefa de definir metas e KPIs é facilitada, graças a visão 360º de todo o cenário com acesso a histórico de resultados e possibilidade de projeção de indicadores.

Depois disso, basta passar esses dados para a produção que, por sua vez, vai se comprometer a cumpri-los.

Antecipar demanda e processos

Mesmo com muitos benefícios, nem todos os sistemas costumam oferecer a visibilidade necessária para o curto prazo. Seu chão de fábrica normalmente só tem conhecimento dos resultados de vendas e não sabe o que ocorre antes do fechamento.

Com um sistema capaz de antecipar demanda e permitir a visualização das negociações, enquanto elas ainda estão em andamento, haveria maiores condições de planejar sua produção.

Isso não seria vantajoso apenas para melhorar o controle de recursos, mas também possibilitaria o estabelecimento de uma produção sob demanda.

Sabendo que o público consumidor fica cada vez mais exigente, fornecer maiores condições de personalização de um produto pode ser vantajoso e não se torna tão custoso se seu chão de fábrica sabe exatamente o que precisa ser feito com antecedência.

Previna riscos operacionais

Pensar em segurança não se resume apenas ao uso de EPIs ou cursos de NR. Estar sempre preparado para falhas envolve também um bom monitoramento da linha de produção.

Possuir um sistema de PCP (Planejamento e Controle de Produção) não apenas impede a perda de recursos materiais, como minimiza o impacto de acidentes. Alguns ERPs já possuem um módulo nativo, mas é importante confirmar com o fornecedor antes de qualquer implantação.

Com essa plataforma é possível fazer o gerenciamento de procedimentos padrões para falhas. Assim, os processos de segurança são acionados rapidamente, preservando a integridade das suas instalações e de seus colaboradores.

Outro fator vantajoso da automação industrial é que ela produz uma quantidade massiva de dados. A Big Data é parte constituinte dos avanços da chamada Indústria 4.0.

A partir dessa riqueza de dados sobre a linha de produção é possível criar simulações consistentes que podem otimizar o uso de recursos e prevenir falhas. Se quiser saber mais sobre esse conceito, veja nosso texto sobre gêmeos digitais.

Gestão do Estoque

Ser capaz de fazer uma gestão dinâmica sobre o fluxo de materiais produtos na sua empresa é um fator importante para a saúde do seu negócio.

As funcionalidades em sistemas de automação industrial podem te ajudar a evitar erros de logística e imprevistos que pudessem afetar suas vendas.

Integração com ERP

Com a integração dos setores administrativos por meio de um ERP, a demanda comercial é passada diretamente para os responsáveis pela logística da indústria. Eles, por sua vez, podem analisar a demanda registrada e fazer o controle da matéria-prima a ser adquirida.

Integrar sistemas possibilita uma base integrada e eficiente em automação industrial
Integrar sistemas possibilita uma base unificada e eficiente

Integrado à produção, o módulo de gestão de estoque do ERP ainda pode informar casos de superprodução antes que ela se torne, de fato, um problema. No caso oposto, num possível desfalque no estoque, sua equipe não é surpreendida, porque sabe muito bem o que está sendo vendido e produzido.

Alguns sistemas ainda contam com rastreamento de lotes, evitando que qualquer produto se perca durante a produção ou transporte para o comércio ou distribuidora.

Agrupamento de itens e sistema de identificação

Uma boa gestão depende de visibilidade, por isso é possível categorizar cada item do seu estoque na base de dados de qualquer sistema de controle de estoque.

Organização é palavra-chave de qualquer estoque, então essa divisão precisa se refletir no sistema também. A partir da segmentação por meio de detalhes, como tamanho, peso, cor ou acabamento de um dado material, é possível evitar retrabalho e desperdício de tempo pela procura de itens.

Para tornar a automação possível, é necessário haver também um sistema de identificação que te ajude a fazer o registro dos itens da maneira mais rápida possível. Existem muitas maneiras de realizar isso digitalmente, como códigos de barra, RFID ou até QR Code.

Assim você evita retrabalho de um item toda vez que ele circula pela operação. Imagine ter que catalogar parafuso por parafuso, peça por peça, cada um com uma série de características diferentes… Por isso, quanto mais automações no estoque, mais rápida e mais segura é a sua gestão.

Integração de WMS

WMS (Warehouse Management System ou Sistema de Gestão de Armazém) é um sistema que pode também ser integrado ao ERP e tem capacidade de ajudar na gestão de estoque.

Ele vai usar um dos exemplos de sistemas de identificação acima para poder organizar seu estoque de maneira eficiente e automática.

Os WMSs vão te passar informações necessárias como posição de estoque, saldo e movimentações realizadas, alimentado sua base de dados com o histórico de cada item envolvido. Dessa forma, ele diminui consideravelmente o desvio de materiais durante a operação.

É possível integrar funcionalidades de CRM no estoque?

A longo prazo, com dados sobre suas negociações e taxas de conversão, é possível prever a demanda por meio de plataformas de CRM.

Por ser mais completo para vendas que o ERP, o CRM ajuda a fornecer maior previsibilidade para sua área comercial.

Disponibilizando um painel com informações relevantes para logística, seus colaboradores podem visualizar melhor a saúde do seu negócio e estipular quais materiais serão necessários.

Campanhas de Marketing

O marketing em vendas B2B requer que o acompanhamento seja feito por mais tempo. Sem a perspectiva de vendas por impulso, como em vendas B2C, e precisando da aprovação de um número maior de decisores, é necessário estar sempre presente no ciclo de vida dos clientes.

Para garantir que sua equipe de marketing vai manter essa atuação da melhor forma, existem alguns exemplos de automação para o ambiente industrial que podem ajudar.

Automação de E-mails

Uma das formas mais práticas e amistosas para se aproximar de um cliente é por e-mail. Toda empresa precisa manter sua comunicação da forma mais oficial e rápida possível, por isso todo negócio possui algum endereço de correio eletrônico.

Para melhorar o desempenho do seu marketing, é possível oferecer sistemas de automação de e-mail que enviem o maior número de mensagens para o maior número de clientes.

Contudo, uma mensagem para um público geral tem menos chance de conseguir atrair alguém. Para evitar isso, ferramentas de Outbound Marketing possibilitam que você faça listas personalizadas de clientes.

Dessa forma, seus colaboradores podem redigir textos específicos para cada segmento atendido pela empresa e garantir melhor retorno em suas campanhas.

Plataformas de CRM também podem ser integradas a serviços de automação de e-mail. Possíveis clientes podem ser incluídos em listas automáticas já durante o cadastro, otimizando ao máximo os recursos de cada sistema.

Automação de Marketing

Sendo um diferencial na automação industrial, a automação de marketing permite que você faça a postagem automática de conteúdos em redes sociais e acompanhe seus resultados.

Saiba como seu cliente está se relacionando com a marca com automação industrial
Saiba como seu cliente está se relacionando com a marca

Com a busca por produtos sendo voltada cada vez mais para meios digitais, realizar campanhas no Facebook e Linkedin ajuda a manter um catálogo de fácil visualização e acesso para seus clientes.

Por meio de ferramentas, como o RD Station, é possível medir o andamento de seus possíveis compradores no funil de marketing, ajudando a prever estratégias mais efetivas de aproximação.

Gestão de Pessoas

Toda empresa precisa de colaboradores e não seria diferente para as indústrias. Contudo, contratá-los ou desligá-los é um processo burocrático. Mesmo algo tão rotineiro como o fechamento da folha de pagamento pode gerar desgaste desnecessário dos seus profissionais.

A automação industrial para a área de pessoas vai, então, te ajudar a transformar a burocracia em processos automatizados.

A sequência de formulários, a seleção de currículos e a convocação de candidatos para um processo seletivo, por exemplo, poderiam ser feitas de forma automática e eficiente.

Outros procedimentos padrões, como integração de novos colaboradores e desligamento de profissionais podem ser inseridos num fluxo padrão. Dessa forma, cada etapa cumprida é notificada para seu RH, o que evita prejuízos operacionais e financeiros.

A partir dessas automações, sobra mais tempo para seu RH cultivar uma boa relação entre seus funcionários e garantir a integridade financeira na gestão de pessoas.

Controle Financeiro

Assim como o setor de RH é marcado por uma alta demanda burocrática, o setor financeiro precisa obedecer a diversos requisitos e ainda garantir a manutenção dos investimentos.

Partindo disso, há no mercado serviços de automação financeira que ajudam sua empresa a reduzir o tempo necessário para cumprir com obrigações rotineiras.

Com a implantação desses sistemas, você ganha mais visibilidade das suas operações, o que evita fraudes e facilita a criação de estratégias financeiras que tragam melhor retorno.

A logística, por exemplo, pode ser melhor informada sobre a quantidade de caixa disponível para realizar compra de material ou contratação de transportadoras.

Transportar seus dados de papéis e arquivos pessoais para um sistema também garante mais proteção. Suas operações se tornam menos suscetíveis a vazamentos para concorrentes e invasões por softwares maliciosos, como vírus de computador.

Controle de Pagamentos

Vender da melhor forma é a melhor maneira de garantir que seus clientes vão comprar mais. Esse poderia ser um ótimo resumo da cultura de CRM, mas existem outras plataformas que também ajudam nesse processo.

Oferecer um meio fácil e prático de realizar pagamentos é essencial para reter compradores. Possuir uma estrutura que receba essas operações de forma automática também garante melhor segurança para as transações.

Mais do que isso, é necessário possuir toda forma de pagamento, retirando qualquer impeditivo para o fechamento da venda.

Alguns serviços, como o oferecido pela Vindi, ainda fazem a renovação automática de cartões de crédito. Assim que o cartão do seu cliente vence, o sistema busca os dados de bancos para atualizar o registro, tudo de maneira automática e segura.

Gestão e Operação de Vendas

O motor propulsor para o crescimento de qualquer empresa é o setor comercial. São eles que vão convencer seus leads (potenciais clientes) a comprar seu produto ou contratar seus serviços.

Contudo, as tarefas comerciais não se resumem apenas a abordar possíveis oportunidades. A bem da verdade, seus vendedores passam apenas 35% do tempo vendendo e o resto do tempo fazendo outras atividades relacionadas à burocracia.

Isso significa que boa parte do investimento nos seus representantes de vendas está indo apenas para a manutenção dos processos ao invés da melhoria de resultados.

É nesse cenário que as plataformas de CRM são essenciais para o crescimento da empresa. No contexto da automação industrial (assim como em outros segmentos do mercado) o CRM tem sido a melhor forma de otimizar processos e aumentar as vendas.

Sabendo que esse sistema oferece bons resultados, quais são as funcionalidades nele presentes?

Automações Comerciais

Vendedor usando notebook com automação industrial
Deixe a papelada de lado e otimize resultados

A atribuição de tarefas é feita de forma rápida e prática. O responsável pela gestão em vendas define as responsabilidades de cada time e pode programar, dentro do CRM, que certas tarefas sejam notificadas aos vendedores.

Não precisa se preocupar sobre seus vendedores deixarem coisa para trás, porque, sem o cumprimento de uma atividade, não é possível prosseguir para outras.

Automação de Propostas

Em vendas B2B, as propostas comerciais (ou orçamentos) são essenciais. Mais do que uma forma de oferecer um produto, as propostas são uma forma de apresentar a sua marca e ganhar credibilidade com o cliente.

Portanto, fazer um documento que seja agradável e profissional pode exigir muito tempo da sua equipe de vendas apenas para a elaboração.

Sabendo disso, algumas plataformas de CRM oferecem hoje sistemas de automação de propostas (também dedicadas para o meio industrial). Elas são geradas através de formulários, puxando dados da sua base e inserindo-os em campos definidos previamente.

Isso ajuda a evitar o retrabalho e o tempo que seus vendedores passariam com um processo manual com muitos detalhes importantes.

Geração de Relatórios

Com uma base de dados bem alimentada, o CRM pode gerar relatórios usando métricas específicas de vendas, como ticket médio, taxa de conversão e motivos de perda de um negócio.

Assim você garante um panorama robusto das suas vendas, identificando riscos para seu negócio e possíveis pontos de melhoria.

A Automação Industrial é o Futuro Já Presente

A automação industrial não é mais algo isolado da robótica, toda área pode ter sua performance melhorada por meio da automatização de tarefas.

Se uma empresa busca crescer, o ideal é eliminar seus processos manuais ao máximo. Dessa forma, o tempo que foi otimizado pode ser melhor utilizado para o planejamento de novas estratégias e obtenção de melhores resultados.

Ademais, o conceito de “CRM” costuma estar muito atrelado à plataforma de mesmo nome. Contudo, qualquer melhoria nas suas operações é uma forma de melhorar o relacionamento com seus clientes. Todo o processo de entrega de um produto ou serviço precisa ser melhorado para garantir a melhor satisfação do seu público comprador e, consequentemente, mais receita para sua indústria.

As plataformas de CRM têm muito a ganhar com a integração com outros sistemas, embora ainda sejam a melhor opção caso seu objetivo seja exclusivamente aprimorar suas vendas.

Avatar

Ploomes Sistemas Empresariais

Sistema de automação da força de vendas.
CRM, Funil de vendas, Automação de Propostas e Pedidos de Vendas em um só lugar!

Comentar

Siga-nos nas redes sociais

Facebook
Facebook
YouTube
LinkedIn
Instagram
Wordpress Social Share Plugin powered by Ultimatelysocial