C-level: o que é e quais os principais cargos da categoria?

C-level é uma categoria que engloba os principais cargos executivos dentro de uma empresa. Descubra quais cargos são esses e para que servem.
Tayrane
27/04/2023 | 8 min

A sua empresa tem um CRO ou CMO? E um COO? Caso esteja confuso, saiba que esses são apenas três exemplos de cargos que compõem a categoria de C-level.

Continue a leitura ou clique no player para ouvir o artigo narrado:

Os C-level executives são os principais executivos de uma empresa, formando um grupo responsável por tomar as decisões estratégicas para o negócio.

Cada C-level tem uma função específica no alto escalão da empresa, mas todos podem – e devem – trabalhar juntos para garantir que o sucesso e os objetivos sejam alcançados e o negócio cresça de maneira sustentável.

A seguir, a Ploomes explica o que é C-level, quais são os cargos presentes nessa categoria, quais as funções desses executivos e tudo o que você precisa saber para se tornar um ou contratar para a sua empresa.

O que significa C-level?

O termo C-level é utilizado no meio corporativo para definir e se referir ao grupo dos principais executivos de uma empresa. Esse grupo de executivos é responsável por liderar o empreendimento em diversas frentes, de maneira estratégica, em busca da realização de todos os objetivos e metas do negócio.

O “C” de C-level, em inglês, significa “Chief” (Chefe, na tradução para o português), o que indica que os executivos que ocupam um cargo “C” dentro da empresa são as principais referências e autoridades sobre o assunto na organização.

Cada um desses profissionais têm um papel específico na empresa, mas todos trabalham juntos em colaboração para alcançar os objetivos globais da organização. Juntos, eles formam a liderança executiva do empreendimento e são responsáveis por tomar as principais decisões de negócio, liderar a equipe e garantir o sucesso e o crescimento sustentável da organização.

Abaixo, explicamos quais são os principais cargos de C-level.

Conheça os principais cargos C-level

São oito os principais cargos da categoria de C-level. Nenhum deles é uma “regra” indispensável para as empresas. Cabe ressaltar que em muitas organizações ambos os cargos são preenchidos ou até mesmo novos são criados, tudo depende da realidade do negócio e das necessidades perante o mercado.

Os principais cargos C-level são:

  • CEO (Chief Executive Officer);
  • CRO (Chief Revenue Officer);
  • COO (Chief Operating Officer);
  • CFO (Chief Financial Officer);
  • CMO (Chief Marketing Officer);
  • CTO (Chief Technology Officer);
  • CHRO (Chief Human Resources Officer);
  • CCO (Chief Communications Officer).

A seguir, explicamos em detalhes o que cada cargo representa e quais características esses profissionais precisam ter para desempenharem bem suas funções.

CEO 

O CEO, ou Diretor Executivo, em português, é o principal executivo de uma empresa, responsável por liderar a organização em direção aos seus objetivos estratégicos.

O CEO é o responsável por tomar as principais decisões de negócio, gerenciar as operações diárias da empresa, supervisionar a equipe de liderança e garantir que a empresa esteja em conformidade com as leis e regulamentações aplicáveis. 

Um bom CEO deve ter habilidades de liderança, visão estratégica, capacidade de tomar decisões difíceis, habilidades de comunicação eficazes e uma forte ética de trabalho. Deve ter um profundo conhecimento do mercado em que a empresa opera e estar disposto a assumir riscos calculados para garantir o crescimento e sucesso da organização.

CRO

O CRO – Diretor de Receita -, O CRO é responsável por assegurar que todas as ações que contribuam para a geração de receita da empresa sejam devidamente geridas. Eles criam um plano estratégico a fim de integrar e alinhar os times de vendas, marketing e customer service para obter resultados positivos. 

É importante notar que o CRO não é o mesmo que o diretor financeiro, pois este último é responsável por gerenciar as atividades financeiras e contábeis, buscando a eficiência da aplicação dos recursos e o desempenho econômico da empresa. Em contraste, o CRO lida diretamente com os times envolvidos com a geração de receita.

COO

O COO – Diretor de Operações -, é o responsável pela gestão das operações diárias e do desempenho geral da empresa. É o segundo em comando na hierarquia da empresa e trabalha em estreita colaboração com o CEO para garantir que as operações e estratégias estejam alinhadas com os objetivos da empresa.

Para ser COO é preciso ter uma ampla visão estratégica e capacidade para implementar processos eficientes de gerenciamento de operações. Também deve ter habilidades de liderança para gerenciar equipes multifuncionais. Ter um forte conhecimento em finanças, orçamento e gestão de projetos também é de suma importância para o cargo.

CFO

O CFO – Diretor de Finanças -, é responsável pela gestão financeira e estratégica da empresa, incluindo contabilidade, orçamento, planejamento financeiro e análise de investimentos. Um bom profissional para o cargo deve ter uma sólida formação em finanças e contabilidade, bem como uma visão estratégica de negócios. 

É importante ter habilidades de liderança para gerenciar equipes financeiras e habilidades de comunicação para trabalhar com outros executivos e membros da equipe. Além disso, conhecimento profundo em análise financeira, gestão de riscos e regulamentações contábeis.

CMO

O CMO é o Diretor de Marketing da empresa. É o principal responsável pela definição de estratégias para aumentar a visibilidade da marca, atrair clientes e aumentar as vendas.

Um bom profissional para o cargo de CMO deve ter uma sólida formação em marketing e comunicação, bem como uma visão estratégica de negócios. É importante ter habilidades de liderança para gerenciar equipes de marketing e habilidades de comunicação para trabalhar com outros executivos e membros da equipe. 

CTO

O CTO é o Diretor de Tecnologia. Ele fica responsável pela inovação tecnológica, bem como pelo desenvolvimento e implementação de soluções tecnológicas que apoiem as operações e objetivos da empresa.

Para o cargo de CTO, o profissional deve ter formação em tecnologia e uma visão estratégica de negócios. É fundamental ter um forte conhecimento em desenvolvimento de software, infraestrutura de TI e segurança cibernética. 

CHRO

O CHRO é o Diretor de Recursos Humanos. É o principal responsável pela contratação, desenvolvimento, retenção e engajamento dos funcionários.

Um bom profissional para o cargo deve ter formação em gestão de recursos humanos e uma visão estratégica de negócios. Também é fundamental ter um forte conhecimento em gestão de talentos, remuneração, cultura organizacional e leis trabalhistas. 

CCO

CCO é o Chefe de Comunicações. É responsável por gerenciar a imagem e reputação da empresa através da comunicação com os stakeholders, incluindo funcionários, clientes, investidores, imprensa e a comunidade em geral.

Para o cargo de CCO, deve-se ter formação em comunicação e é fundamental ter um forte conhecimento em relações públicas, marketing, mídias sociais e gerenciamento de crises. O CCO deve ser capaz de tomar decisões informadas e estratégicas para proteger e melhorar a imagem da empresa.

Como se tornar um executivo C-level?

Se tornar um executivo de nível C-level não é uma tarefa que acontece de uma hora para outra, Requer muitos anos de estudos e dedicação, com o aperfeiçoamento constante, até que a oportunidade apareça e o profissional esteja totalmente preparado para assumir a função.

O mesmo ocorre para a empresa que deseja contratar um profissional para assumir uma função de liderança na organização. No entanto, seguindo algumas dicas é possível tornar o caminho mais eficiente e garantir estar fazendo a escolha correta.

Abaixo, confira dicas sobre como se tornar um executivo C-level.

  • Formação acadêmica: os executivos C-level possuem ao menos uma formação acadêmica relacionada ao mundo dos negócios. Outra característica comum é possuir pós-graduação, de preferência na área de interesse da empresa ou do profissional.
  • Experiência em múltiplas áreas: experiência é um dos requisitos mínimos para quem deseja ocupar um cargo de alto escalão. Ter vivência em múltiplas áreas de negócios, como finanças, marketing e vendas ajuda a desenvolver uma visão estratégica apurada e entender como os setores da empresa se relacionam.
  • Habilidades de liderança: habilidades de liderança também são essenciais para quem ocupa um cargo C-level, afinal, estar à frente de uma área da empresa envolve trabalhar com outras pessoas e uma boa comunicação é sinônimo de bons resultados.
  • Faça networking: construir uma rede de contatos é fundamental para assumir uma posição de liderança. Uma pessoa que não tenha um bom networking sai perdendo, pois não cria conexões com outros profissionais e gestores da sua área de atuação.
  • Oportunidades de desenvolvimento: estar em constante aperfeiçoamento, como explicamos, é obrigatório para assumir um cargo C-level. Estar por dentro das tendências e tecnologias é fundamental para manter a empresa competitiva.
  • Mostra de resultados: para ser candidato a assumir uma vaga de C-level é importante que o candidato tenha resultados anteriores para mostrar em seu portfólio. O profissional deve deixar claro que é capaz de alcançar o sucesso que a empresa tanto deseja.
  • Assumir riscos: todo C-level precisa estar preparado para assumir riscos e tomar decisões que nem sempre serão simples para o bem do negócio. A responsabilidade pelos resultados também deve ser assumida.

Em resumo, se tornar um C-level está distante de ser algo simples e rápido na carreira de um profissional. É necessário muito trabalho, estudo e dedicação diária para que haja capacitação para o cargo.

Aprenda a gerir uma equipe de vendas de sucesso

Tudo o que você precisa saber para gerir uma equipe de vendas de alta performance está no e-book Guia do gestor de vendas.

A Ploomes preparou dicas para você entender como fazer uma gestão eficiente, obtendo sempre o melhor resultado possível, para quem sabe, um dia, se destacar como CRO. 

O conteúdo é 100% gratuito e exclusivo. Baixe agora mesmo e aprenda de uma vez por todas como extrair o potencial máximo da sua equipe, de maneira inteligente e estratégica.

guia do gestor de vendas ebook

Inscreva-se em nossa newsletter

Receba novos conteúdos de negócios em primeira mão!

Quer receber novidades sobre vendas, marketing e gestão?

Assine a nossa newsletter e fique atualizado sobre as principais práticas de mercado para gerar novos negócios.